Ideias e poesias, por mim próprio.

Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2016
Passado futuro

Vem aí o décimo quarto aumento dos impostos sobre os combustíveis desde que em 2004 estes foram alvo de liberalização.

Os sucessivos aumentos dos impostos sobre os combustíveis e as suas conhecidas perversas e destrutivas consequências na atividade económica nacional, são bem a prova da irracionalidade das políticas sociais e económicas levadas a cabo nos últimos 12 anos pelos sucessivos Governos de Portugal.

O modelo económico-estatista português, socialmente parasitário, economicamente despesista e estruturalmente deficitário, provou há muito a mais completa falência dos partidos políticos do regime com as suas anacrónicas, repetitivas e estúpidas ideias e planos.

Também nunca houveram neles verdadeiras ideologias, são conhecidos sim interesses individuais ou de grupo e lógicas, mais ou menos ilegítimas, de poder e controle.

E quanto mais totalitárias e engenhosas as suas engenharias políticas se nos apresentaram, mais obscuros e sinistros se mostraram os interesses e os interesseiros que nelas se escondiam.

E, como sabemos, as ideologias são apenas, nos curto ou médio tempo e espaço de verificação, fraudes político-sociais, meios enganosos e de intoxicação dos povos.

Mas, temos de compreender as acrescidas dificuldades postas aos portugueses, não é mesmo nada fácil optar entre um projeto esforçado, demorado, de gerações, de mudança para um país exigente, qualitativo e desenvolvido, ou um outro imediatista e temperado com a próxima dose de ração diária de sobrevivência.

A lógica da plena estatização da vida social, económica e política de um país, combinada com a presença tentacular da partidocracia tem virtualidades diabólicas insuperáveis e imbatíveis, especialmente quando nos encontramos perante uma população largamente desinformada, embrutecida e alienada.

O Estado Social servido em Portugal nos últimos 40 anos descambou em permanente estado de parasitismo económico-social.

Mas, a continuarmos nesta senda desastrosa, dentro de pouco tempo, para a sobrevivência dos portugueses, não restará outra alternativa que não seja viverem na marginalidade e da delinquência.

Ora, para arrepiar do estado de empobrecimento nacional temos de atrair o investimento externo e privado, incrementar novas empresas, tecnologias e mais-valias, aumentar o emprego privado, dinamizarmos o mercado interno, tornarmo-nos autossuficientes agrícola e financeiramente, e, decisivamente, cortar radicalmente a despesa e o défice do Estado, cessar o endividamento, combater a corrupção e o desperdício públicos.

Afinal, entre o passado e o futuro, qual é mesmo a dúvida?

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Fevereiro de 2016 do jornal mensário regional "Horizonte" de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)

horizonte fevereiro.jpg

 

 

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 11:50
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014
Nova legislação demagógica vai lançar (de novo) o caos no arrendamento e no imobiliário!

Saiu hoje em Diário da República a Lei n.º 79/20014, de 19/12, enfim... mais... uma nova alteração às leis do Arrendamento e das rendas, com muitas mexidas, alterações, revogações e introdução exceções na legislação em vigor do arrendamento de imóveis, no regime de rendas e no processamento da sua atualização!
O Governo de Passos Coelho e a sua maioria parlamentar só vêm mostrar que são tão demagógicas, irresponsáveis e populistas como todas os outros que passaram pela Governação de Portugal e que não resistem a brincar com a legislação e a fazerem de conta que são amiguinhos dos pobrezinhos!
Com tantas mexidas e alterações não há quem possa fazer contas com o que contar a curto e a médio prazo, quanto mais a longo prazo, o mercado do arrendamento é um permanente vai e vem de legislação, senhorios e arrendatários vivem na mais completa incerteza e instabilidade, ...enfim, é um verdadeiro caos no arrendamento urbano e, terrivelmente, no de fim habitacional.

O que ontem era verdade e ou passou a ser mentira, a maioria PSD e CDS/PP, vêm agora dizer que... afinal não era bem assim, que os senhorios talvez não tenham tanta a certeza sobre o que é seu..., e que os inquilinos talvez até podem sonhar novamente que as rendas não são para aumentar..., ou que os velhinhos podem morrer mais descansados no seu eternos arrendamento perpétuo...
Mas quem se lixa mesmo com tanta irresponsabilidade e instabilidade legislativas é o "mexilhão", ou seja, quem é quem trabalha, quem poupa para comprar um imóvel, e, pior, quem procura uma nova casa para arrendamento e não consegue, etc., etc...
Todos, sem exceção de cor política, estes Governos, Partidos Políticos e politiqueiros de Portugal não passam do mais elementar lixo e excremento!

Com tanta irresponsabilidade política, é o mercado de arrendamento que vai sofrer outra grave perturbação e, no fina de contas, é o mercado urbanístico e o comércio imobiliário que sofre mais novos transtornos e incertezas!
O raio que os partam!

 

arrendamento.png

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 15:46
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

Passado futuro

Nova legislação demagógic...

arquivos

Setembro 2021

Agosto 2021

Julho 2021

Junho 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Junho 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds
últ. comentários
pois é sempre bom um aeroporto internacional.
Boa noiteNão é preciso inventar uma nova constitui...
Estamos mesmo a comparar o presidente do Banco de ...
Bem pregas frei tomas ..., pelos vistos é você mes...
interessante ouvir vociferar contra a VENDA do our...
Olá!Quer saber mais do Brazão de Castro - Secretár...
"É sabido que o excesso de velocidade é em Portuga...
Dediquei-me a pesquisar os nomes das primeiras dez...
E se a legislação que se prepara for avante? Como ...
Sr. Doutor Sérgio Passos, um bem haja ao seu profi...
blogs SAPO
Em destaque no SAPO Blogs
pub