Ideias e poesias, por mim próprio.

Terça-feira, 28 de Abril de 2020
António Costa, o arrivista e ignorante Primeiro-Ministro de Portugal

No dia de ontem, António Costa reagiu às dúvidas constitucionais levantadas pelos conhecidos Constitucionalistas Vital Moreira e Bacelar Gouveia, que afirmaram que não bastar a mera declaração de calamidade pública para proibir a circulação de pessoas, ou a reabertura dos serviços, ou tão-pouco as sancionar, mas antes sendo imprescindível uma nova declaração de Estado de Emergência, e, não disfarçando irritação, declarou:  "Sou jurista, sei a capacidade enorme dos juristas em inventar problemas. 

Ora, estas não são declarações adequadas  dum Governante responsável e decente, mas só podendo ser admitidas a um ignorante, e jamais um jurista poderia dizer um tamanho disparate, ou estupidez.

E o pior é que isto é bem revelador do pensamento típico do português trafulha e oportunista, alcandorado a político, no caso que chegou a chefe de Governo de Portugal.

Porque esta afirmação para além de demonstrar um profundo desconhecimento jurídico e legal da Constituição da República Portuguesa, mostra também um enorme desrespeito pelos profissionais juristas, aliás.

Mas António Costa revela um  menosprezo das suas próprias qualificações e habilitações, porque ele próprio é um licenciado em Direito.

Decerto o curso de Direito não lhe terá valido de muito, ou nada mesmo, ou então jamais entendeu o que é ser um jurista.

António Costa mostra um estremo desprezo pela lei, pelos direitos, direitos, liberdades e garantias dos portugueses, tal como se encontram consagrados na Constituição da República Portuguesa.

Esquece-se que vivemos num Estado de Direito Democrático, onde não basta a um Governo, ou um Primeiro-Ministro, por simples decreto proibir ou limitar direitos e liberdades de comércio, é ainda necessário que a Constituição, lei suprema do país, de acordo com regras, garantias e limites, permita restringir as liberdades, os direitos e garantias dos cidadão.

Mas não para este Senhor, ou seja, para ele tudo isto mais não é do que mera oportunidade, negócio, ou mero aproveitamento nas circunstâncias, pouco lhe interessando, nem sequer preocupando a Lei.

Ou, não fosse ele um puro boy carreirista do Partido Socialista!

De Estadista não tem nada!

Também, a sua afirmação, como muitas más línguas dizem, mostra igualmente a natureza das das suas próprias raízes e características.

E o pior é que ele demonstra-se como um indivíduo perigoso, sinuoso e sem verticalidade, que joga na vida sem respeito por regras e limites legais e jurídicos pela lei suprema polítca do país, permitindo-se passar por cima da própria lei geral da República, fazendo-o para impor a sua própria conduta arbitrária, ditatorial e oportunista, de acordo com a sua particular e oportunista visão das circunstâncias.

Porque os juristas são técnicos, podem até problematizar e especular, mas jamais inventam, porque isso seria e é imediatamente refutado e desprezado, portanto, o que estes técnicos somente fazem é aplicar a lei e o direito aos problemas que se lhe levantam.

Ora, tudo isto que António Costa revela é próprio dum perigoso burgesso, e já percebeu que de jurista ele não tem absolutamente nada.

Ignóbil Povo que elege para Chefe de Governo do seu país um arrivista destes!



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 13:21
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2018
Socialismo

A última lei do financiamento público dos partidos políticos, que podia ser designada pelos nomes de corrupção, abuso de poder, roubo, furto em larga escala, esbulho e pouca-vergonha, entre outros, é apenas um efeito do regime político de esbulho sob o qual vivemos desde o 25 de abril de 1974.

Para quem ainda não alcançou o que é o socialismo, deixo o exemplo do Governo chefiado por António Costa, conhecido no seu mandato de Presidente de Câmara de Lisboa pela proliferação de bem pagos empregos camarários para os seus camaradas.

Desta vez conta para o seu bornal com a ajuda deste Ministro das Finanças, o mesmo sujeito que foi ver o Benfica no camarote presidencial à custa de uma cunha, de nome Mário Centeno.

Na prática do socialismo de um lado está a elite burguesa e do outro a massa proletária.

Mário Centeno no ano passado decidiu aumentar em 500 euros, somando o valor total de 5.500 (Cinco mil e quinhentos euros) de senha de presença, por cada uma das sessões de trabalho em grupo, do Presidente da Comissão de Remunerações da Caixa Geral de Depósitos.

Em 2016, as oito reuniões para a fixação dos salários dos gestores de topo da CGD, essa esforçada tarefa (…), custaram aos contribuintes portugueses 120 mil euros.

No entanto, em 2017, Mário Centeno aumentou o valor das senhas de presença do camarada Ferreira de Oliveira, que preside aquela Comissão.

O ex-presidente da Galp, passou a receber mais 10% que os dois Vogais que também têm assento na Comissão, os camaradas burgueses Francisco Veloso e Patrícia Viana.

Além do aumento das senhas de presença, determinou em agosto do ano passado um limite máximo anual de 10 reuniões desta comissão.

Ao todo, a Comissão de Remunerações recebeu 155 mil euros para estabelecer os salários dos órgãos sociais da CGD, bem como dos colaboradores com “estatuto diretivo que reportam diretamente ao conselho de administração ou a qualquer das suas comissões”, vulgo camaradas do partido.

Recordamos que mais de 650 mil camaradas proletários trabalham um mês inteiro para receber 580 euros de salário mínimo.

Aqueles 3 camaradas burgueses ganham dez vezes mais num par de horas!

Em 2017 os contribuintes portugueses tiveram que contribuir (à força…) com mais 2.500 milhões de euros para a recapitalização da falida Caixa Geral de Depósitos.

Mas não temos como nos queixar da situação, no preâmbulo da Constituição da República Portuguesa afinal está escrito que nos resignamos viver sob uma sociedade socialista.

Eis o socialismo à portuguesa, disfrutado luxuosamente por uns poucos, com a fome e a miséria da maioria do povo.

 

Mário-Centeno-e-António-Costa.jpg

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 20:09
link do post | comentar | favorito

Sábado, 26 de Agosto de 2017
Definição de Socialismo (à portuguesa)

Para quem ainda não alcançou um sentido prático do que é o Socialismo, deixo aqui o último exemplo do Governo de Portugal, chefiado por António Costa, conhecido no seu mantado de Presidente de Câmara de Lisboa por arranjar empregos na Câmara para todos os desempregados socialistas, e tendo como Ministro das Finanças o "cristiano ronaldo" do Eurogrupo que tanto deseja ser o seu Presidente, mas que nunca mais lhe pedem para o ser!

Então é esta a nova definição de Socialismo à portuguesa: Mário Centeno aumentou em 500 euros, para o valor de 5.500,00 € (Cinco mil e quinhentos euros) o valor de senha de presença de cada uma das reuniões do Presidente da Comissão de Remunherações da Caixa Geral de Depósitos.

O dito Presidente, de nome Ferreira de Oliveira, pode realizar até 10 reuniões por ano, sendo possível angariar até 55 mil euros de rendimento anual .

Para os mais distraídos, recordamos que muitos portugueses que trabalham o mês inteiro para receber 557 euros de salário mínimo nacional.

E ainda este ano os contribuintes tiveram que contribuir (à força..) com mais 2.500 mil milhões de euros para a recapitalização da falida Caixa Geral de Depósitos!

Socialismo, à portuguesa!

 

centeno.jpg

 

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 21:48
link do post | comentar | favorito

Domingo, 2 de Julho de 2017
64 homicídios

O problema da floresta portuguesa nunca foi o eucalipto, ou qualquer outra espécie dominante da floresta, qualquer massa florestal mal gerida, em caso de incêndio, produzirá iguais danos.

Há mais de 3 décadas o problema também não tem sido a falta dinheiro do Orçamento Geral de Estado, ou dos Fundos Europeus, para cuidar da floresta, o dinheiro some-se no caminho, ficando nos bolsos dos amigos dos partidos políticos e nos gabinetes de Lisboa, nas empresas, umas, de aluguer meios aéreos que se dedicam a apagar fogos e, outras, de venda de equipamentos de combate aos mesmos, e nunca chega aos pequenos produtores florestais.

Perguntem a José Sócrates e António Costa pelo SIRESP, este último era o Ministro de Administração Interna à data da sua aquisição em 2007, que constituiu um assalto de mais de 500 milhões euros aos contribuintes, e que voltou agora a falhar em Pedrógão Grande com as consequências assassinas na EN 236.

Após estas 64 mortes, os cangalheiros e as pitonisas oficias de serviço, desde o Presidente da República e Primeiro-Ministro, até aos Deputados, Secretários de Estado, Presidente da Liga dos Bombeiros e demais parasitas de Estado, que vivem unicamente da miséria alheia, vieram agora derramar lágrimas de crocodilo.

Os incendiários da floresta portuguesa e os autores morais e materiais dos 64 homicídios de Pedrógão Grande têm nome, são os Governos da República e o Estado Português dos últimos 35 anos.

Desde Mário Soares, Cavaco Silva, António Guterres, Durão Barroso, José Sócrates, Passos Coelho, a António Costa, nenhum se mostrou interessado em fazer cessar este progressivo e incomensurável desastre, tratando na raiz e de fundo as reais e objetivas causas deste problema.

As políticas governamentais têm dado promovido a negligência e a incúria humanas, a falta de planeamento e ordenamentos florestal, a desertificação de pessoas e instituições no interior, o abandono das culturas e das espécies autóctones da floresta nacional em favor do monopólio do eucalipto, mal gerido e sem cuidado, tudo de modo a satisfazer os interesses da indústria do papel e da celulose, o comércio e indústria dos incêndios, grassa a falta de meios materiais, técnicos e humanos adequados de combate aos incêndios florestais, por exemplo, os meios aéreos pesados canadair, a inexistência dos sapadores e guardas florestais, etc.

A solução da floresta nacional terá solução por meio do associativismo dos proprietários ao nível concelhio, com o emparcelamento da propriedade sob uma gestão social empresarial e comunitária, implementando-se empresas sociais e comunitárias da floresta e entregando-lhes diretamente os dinheiros provindos dos fundos comunitários e do orçamento de estado e, para a execução e sucesso destes objetivos, colocando-se os excelentes técnicos, sapadores e guardas florestais portugueses a acompanhar esta revolução florestal.

Hoje e após estes 64 crimes de homicídio, dúvidas não restam acerca do Estado Português de banditismo e criminoso a que chegámos.

(P.S: em 9 de Agosto de 2010 no meu blog http://euacuso.blogs.sapo.pt e em 1 de Agosto de 2012 aqui no “Horizonte” eu previ este desastre)

 

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Julho de 2017 do jornal mensário regional "Horizonte" de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)

64homicidios.jpg

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 10:42
link do post | comentar | favorito

Sábado, 21 de Janeiro de 2017
Portugal, o país do ilusionista e do palhaço

António Costa, o maior ilusionista português da atualidade, no passado dia 21 de Dezembro veio impingir-nos mais um monstruoso malabarismo.

Até foi simples, com a maior desfaçatez do mundo, foi à televisão dizer-nos que o défice das contas públicas em 2016 ficou em 2,5%.

Ora, é totalmente falso que o défice das contas públicas tenha ficado somente em 2,5%, basta ler o Orçamento Geral do Estado (Lei n.º 7-A/2016 de 30 de Março) e cruzar os seus dados com os boletins mensais do Instituto de Gestão do Crédito Público (www.igcp.pt).

O verdadeiro e real défice das contas públicas nacionais em 2016 vai ser de, pelo menos, 20,3% (e até é bem superior!).

Mas em Portugal, o país há muito governado por ilusionistas e presidido por palhaços, é possível mentir aos portugueses, porque muitos destes inocentes (palermas?) até gostam de ser enganados.

Os reais números das contas públicas portuguesas são estes:

  1. I) Receitas do Estado Português: 88,798 mil milhões de euros (mme).
  2. II) Despesas correntes do Estado: 90,650 mme.

III) Despesa total do Estado (despesas correntes mais as despesas com encargos de capital): 133,920 mme (74% do PIB português, de 179,369 mme).

  1. IV) Aumento do endividamento público em 2016: 18,081 mme (até Outubro de 2016).

Face a estes dados oficiais, é mesmo muito fácil determinar o verdeiro número do défice das contas públicas!

E o real défice das contas públicas acha-se do seguinte modo:

  1. A) défice de 20,3%, se for calculado tomando-se as (I) receitas e (II) despesas correntes em relação ao (IV) aumento da dívida pública;
  2. B) défice de 150,08%, se for calculado tomando-se (I) as receitas e as (II) despesas correntes em relação (III) às despesas correntes mais as despesas com encargos de capital.

Portanto, o pretenso défice de 2,5% reside em se tomar unicamente a conta entre, por um lado, as (I) receitas correntes e, por outro, as (II) despesas correntes!

Os 2,5% mais não são do que uma maquilhagem, truque, deste Governo, para se apregoar a uma absoluta falsidade ideológica.

Afinal, são estes os "grandes" sucessos do Governo da "geringonça”, e nós os tontos vivemos num país de palermas, só pode!

Mas quando o país estourar, para o que já não falta muito tempo, com os alto custos económicos e sociais que isso vai representar para todos, ou seja o chamado segundo “resgate” financeiro nacional e uma nova troika, então é que vai ser o delas.

Em breve, os portugueses irão "chiar" alto e bom som com o que a futura “Venezuela da Europa” ainda lhes vai doer no corpinho!

marceloecosta.png

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 2 de Junho de 2015
A ditadura e o fim da democracia portuguesas vêm pela mão do PS

António Costa e o Partido Socialista, segundo o seu programa eleitoral para as próximas eleições legislativas, caso ganhem aquelas eleições, pretendem levar a cabo no seu próximo Governo de Portugal o fim da separação de poderes entre o judicial e o político, o que se pode ler:
"A GARANTIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO TITULAR DE CARGOS POLÍTICOS OU PÚBLICOS CONTRA A UTILIZAÇÃO ABUSIVA DE MEIOS JUDICIAIS E DE MECANISMOS DE RESPONSABILIZAÇÃO COMO FORMA DE PRESSÃO OU CONDICIONAMENTO"...
Afinal, porque tanto teme o PS as investigações judiciais? Até que ponto é que gente importante do PS tem as mãos sujas de corrupção? ...
Estamos, certamente, perante a promessa da ditadura e o fim da democracia em Portugal caso o PS venha a formar Governo!
Muito perigosa esta gentinha que se movimenta no atual PS!

 

António-Costa-2014-07-23-acot2427.jpg

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 10:34
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 24 de Setembro de 2014
A Câmara Municipal de Lisboa ao serviço do BES!

Na Câmara Municipal de Lisboa a pouca vergonha já é à descarada!

A Câmara Municipal de Lisboa, verdadeiramente, já está ao serviço do BES!

Vejamos: o vereador da Câmara de Lisboa Manuel Salgado vai fechar o quartel de bombeiros mais moderno de Lisboa para vender o terreno (público) à (privada) Espírito Santo Saúde, para extensão do Hospital da Luz, cujo arquitecto projectista é o próprio... Manuel Salgado.

O Arquitecto Manuel Salgado, que é primo direito de Ricardo Espírito Santo (esse mesmo!).

O orçamento camarário de 2014 prevê um encaixe de somente 12 milhões de euros com essa venda, contudo, o caderno de encargos e o programa da hasta pública aprovados pela Câmara especificam que o valor-base pelo qual o terreno será posto à venda é de 15,8 milhões de euros.

De qualquer forma, o valor arrecadado não deverá ser suficiente para cobrir os custos já suportados pela autarquia.

Ao valor que foi investido pela Câmara nos equipamentos – de 12,3 milhões, soma-se ainda o montante despendido na aquisição do terreno.

Por outro lado, desconhece-se o montante total que a autarquia terá de gastar para realojar os serviços que agora vão ser demolidos.

A venda dos terrenos parece, neste contexto, servir apenas os interesses da Espírito Santo Saúde - responsável pela definição e implementação da estratégia de desenvolvimento do Grupo Espírito Santo na área da saúde - que pretende adquirir este lote para proceder ao alargamento do Hospital da Luz.

Desde há vários anos, a Espírito Santo Saúde tem vindo a anunciar que pretende alargar o Hospital da Luz, estabelecimento privado de saúde aberto em 2007, e que foi projetado pelo arquiteto Manuel Salgado, atual vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa e primo direito de Ricardo Salgado.

Ainda que a autarquia negue a existência de qualquer acordo prévio com a Espírito Santo Saúde, é certo que o relatório dos trabalhos de revisão do Plano de Pormenor do Eixo Urbano Luz Benfica, de Novembro, já assinalava que “em área reservada para equipamento, embora não constante da programação de equipamentos em Plano Diretor Municipal, passa a estar prevista a construção de uma extensão do Hospital da Luz, com a demolição das atuais instalações do Regimento de Sapadores Bombeiros”.

E António Costa, o futuro candidato a Primeiro-Ministro, sabe disto e concorda com isto? E o que faz???

A pouca vergonha em Portugal já é à descarada!

Porreiro pah!

 


Fontes:

1- http://www.esquerda.net/artigo/camara-de-lisboa-quer-demolir-quartel-de-bombeiros-para-vender-terreno-espirito-santo-saude;

2 - http://www.publico.pt/local/noticia/camara-de-lisboa-quer-fechar-quartel-de-bombeiros-com-dez-anos-para-o-hospital-da-luz-ser-ampliado-1663833

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 15:51
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 11 de Agosto de 2014
Privatizar empresas estatais é o pior inimigo dos partidos políticos portugueses.

Na política não há escolhas inocentes, nem ideologias sem proveitos egoístas!

No raciocínio de António Costa de se manter a TAP nas mãos do Estado, para além de uma lógica natural da manutenção do despesismo financeiro público e do amiguismo de Estado com o fito da nomeação político-partidária dos seus boys e girls, há sempre o proveito dos negócios públicos com vista ao seu enriquecimento pessoal e dos grupos de amigos que o rodeiam.

Todos os partidos políticos, centrais sindicais e agiotas do sindicalismo há 40 anos bem sabem da evidente natureza e dos fins para o que serve e tem servido o Estado, e António Costa limita-se a dizer em público o que aqueles outros atores políticos pensam e desejam.

No dia em que não houverem empresas públicas a partidocracia extingue-se por ausência de negócios na política!

É evidente, Costa!

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 13:41
link do post | comentar | favorito

Domingo, 3 de Agosto de 2014
António Costa, auto nomeia-se para prémio nobel da economia.

António Costa, o putativo candidato do Partido Socialista a Primeiro-Ministro de Portugal, afirmou que "não é a dívida pública que explica esta crise". ...como diria o outro, isto só pode ser coisa de puro génio da bola!

Alguém, por favor, me diz quando é a próxima cerimónia de entrega do prémio nobel da economia?

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 17:41
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 29 de Julho de 2014
Primos, negócios de favor, a Câmara Municipal ao serviço do BES.

Na Câmara Municipal de Lisboa a pouca vergonhice já é à descarada!
A Câmara Municipal de Lisboa, verdadeiramente, já está ao serviço do BES!
Vejamos: o vereador da Câmara de Lisboa Manuel Salgado vai fechar o quartel de bombeiros mais moderno de Lisboa para vender o terreno (público) à (privada) Espírito Santo Saúde, para extensão do Hospital da Luz, cujo arquitecto projectista é o próprio... Manuel Salgado.
O Arquitecto Manuel Salgado, que é primo direito de Ricardo Espírito Santo (esse mesmo!).
"O orçamento camarário de 2014 prevê um encaixe de somente 12 milhões de euros com essa venda, contudo, o caderno de encargos e o programa da hasta pública aprovados pela Câmara especificam que o valor-base pelo qual o terreno será posto à venda é de 15,8 milhões de euros.
De qualquer forma, o valor arrecadado não deverá ser suficiente para cobrir os custos já suportados pela autarquia.
Ao valor que foi investido pela Câmara nos equipamentos – de 12,3 milhões, soma-se ainda o montante despendido na aquisição do terreno.
Por outro lado, desconhece-se o montante total que a autarquia terá de gastar para realojar os serviços que agora vão ser demolidos.
A venda dos terrenos parece, neste contexto, servir apenas os interesses da Espírito Santo Saúde - responsável pela definição e implementação da estratégia de desenvolvimento do Grupo Espírito Santo na área da saúde - que pretende adquirir este lote para proceder ao alargamento do Hospital da Luz.
Desde há vários anos, a Espírito Santo Saúde tem vindo a anunciar que pretende alargar o Hospital da Luz, estabelecimento privado de saúde aberto em 2007, e que foi projetado pelo arquiteto Manuel Salgado, atual vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa e primo direito de Ricardo Salgado.
Ainda que a autarquia negue a existência de qualquer acordo prévio com a Espírito Santo Saúde, é certo que o relatório dos trabalhos de revisão do Plano de Pormenor do Eixo Urbano Luz Benfica, de novembro, já assinalava que “em área reservada para equipamento, embora não constante da programação de equipamentos em Plano Diretor Municipal, passa a estar prevista a construção de uma extensão do Hospital da Luz, com a demolição das atuais instalações do Regimento de Sapadores Bombeiros”.
E António Costa, o futuro candidato a Primeiro-Ministro, sabe disto e concorda com isto? E o que faz???

A pouca vergonha em Portugal já é à descarada!

Porreiro pah!

Fontes:
1- http://www.esquerda.net/artigo/camara-de-lisboa-quer-demolir-quartel-de-bombeiros-para-vender-terreno-espirito-santo-saude;

2 - http://www.publico.pt/local/noticia/camara-de-lisboa-quer-fechar-quartel-de-bombeiros-com-dez-anos-para-o-hospital-da-luz-ser-ampliado-1663833

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 12:21
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

António Costa, o arrivist...

Socialismo

Definição de Socialismo (...

64 homicídios

Portugal, o país do ilusi...

A ditadura e o fim da dem...

A Câmara Municipal de Lis...

Privatizar empresas estat...

António Costa, auto nomei...

Primos, negócios de favor...

arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Junho 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds
últ. comentários
Sr. Doutor Sérgio Passos, um bem haja ao seu profi...
Coimas mandadas para casa, é muito simples, no avi...
Da minha, não. Descontei para ela.
O meu e-mail é sergio.passos@sapo.pt. Poderá conta...
Agradeço muito sinceramente o seu conselho. Seguir...
Nos termos do artigo 21o da Constituição da Repúbl...
Que pode um cidadão fazer contra este estado de co...
Desde o 25 de Abril...A única diferença é que agor...
Pelos vistos nesta nossa tal de democracia é impos...
Claro que sim não podem fotografar o carro peça se...
blogs SAPO