Ideias e poesias, por mim próprio.
Terça-feira, 7 de Agosto de 2018
Servidão

1 ano depois, dos 66 inocentes mortos, da enorme destruição humana, moral ambiental e patrimonial, dos milhares de milhões de euros espoliados, a reconstrução material ainda por se cumprir, as terras e os lugares jazendo ao abandono, as pessoas e as famílias destroçadas, a chaga de Pedrógão Grande florescendo no novo eucaliptal, e o Estado apascenta o seu conhecido espetáculo de demagogia e propaganda.

Vivemos sob um país de vícios, mentiras e fantasias, como recentemente demonstrou a auditoria do Tribunal de Contas à reprivatização e recompra de 50% da TAP pelo Governo atual Governo socialista, criticando severamente esta opção, por agravar "as responsabilidades financeiras do Estado", prevendo 2.500 milhões de euros mais a suportar pelos contribuintes

Eis vícios caros, perdão ...uma transportadora de “bandeira”, para passear à borla e em primeira classe os figurões dos governantes portugueses …para irem à Rússia ver a bola.

O relatório da OCDE, divulgado este mês, aponta que em Portugal uma família portuguesa necessita 150 anos para deixar de ser pobre.

É óbvio, num país de matriz política e económica socialista ser-se pobre é uma inevitabilidade, o principal objetivo político-constitucional é sacar a todo e qualquer custo dinheiro dos contribuintes para sustentar um Estado irracional e a benefício das suas privilegiadas elites.

Em Espanha, uma verdadeira democracia, coisa bem diferente desta república das bananas, o cunhado do Rei de Espanha encontra-se já a cumprir a pena de prisão a que foi condenado por diversos delitos e crimes de peculato, corrupção e abuso de dinheiros públicos.

Em Portugal, por acaso, sabem o que é feito dos comprovados, publicitados e condenados ladrões de colarinho branco, com os apelidos de loureiro, vara, espírito santo, lima, e tantos e tantos outros…?

A irrelevância do poder do Povo chegou ao ponto de António Costa responder que a aprovação pela Assembleia da República da abolição do adicional do ISP, e a respetiva baixa do custo dos combustíveis, não tem qualquer consequência.

Para isto contribui a maior, mais fanática e nefasta seita implantada em Portugal, chamado de Estado Português.

O Estado não é uma pessoa humana, não aprende moral, ética, nem bons sentimentos, tão-pouco está vocacionado para praticar ou ensinar boas ações.

O Estado existe para exercer o controlo monopolista da força e da repressão, proteger os direitos e as liberdades, enfrentar a violência e reprimir a delinquência e a criminalidade.

Logo, o Estado deve ser refreado e controlado, retirando-se-lhe todo e qualquer poder de usar empresas, meios financeiros e patrimoniais, sob pena de fazer o seu costumeiro abuso, corrupção e descaminho.

O resultado está à vista em Portugal, o Estado passou à serventia dum conjunto crescente de meliantes e ociosos, mancomunando-se à volta do Orçamento à custa do decrescente número dos que trabalham e produzem.

 

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Julho de 2018 do jornal mensário regional "Horizonte" de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)

horizonte julho.jpg

 



publicado por Sérgio Passos às 18:56
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Esquerdas

Servidão

Grevismo, o assassínio de...

A Fundação de Nossa Senho...

O fim da advocacia livre ...

Socialismo

12 medidas para a institu...

35 medidas para instituir...

2118

Malditas armas

arquivos

Agosto 2018

Junho 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds
Contador
últ. comentários
Boas amigos Moçambicanos, nasci em 1962 em João Be...
Olá, também fiz parte desse grupo de pessoas, regr...
Para começar essas 34 medidas(ou outras)era no ent...
Esse parecer e com esse entendimento foi entretant...
Bom dia,Por acaso não me pode dizer onde encontrar...
POLICIAS RETARDADOS...
tenho as minhas suspeitas que pese embora as razõe...
Sou a Filomena ando a procura do meu Pai Francis...
Tem toda a razão! Aproveitei um excerto de seu tex...
Ora aqui está uma resposta acertada!!! Os maluquin...
blogs SAPO