Ideias e poesias, por mim próprio.
Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
Deputado português, 40 vezes mais caro do que um deputado espanhol

Espanha e Portugal e o custo dos seus deputados, foi a conta a que me propus fazer.

Para quem ainda não percebeu porque é que os portugueses pagam, em média, mais de 30% de impostos do que os espanhóis, bastará que se faça as contas ao custo dos regimes políticos e seus representantes.

Só como exemplo, os combustíveis em Espanha são, em média, 20% mais baratos do que em Portugal, e um veículo automóvel de gama baixa, por exemplo 1300 cc., a gasóleo, custa em média menos 11 mil euros, ou seja, é 50% mais barato.

Ora, o Orçamento das Cortes de Espanha para 2018 (composto de 266 senadores do Senado (ou Câmara Alta), e 350 congressistas (ou Câmara Baixa), somando no total 616 deputados, está limitado a 54.054.110,00 € (cinquenta e quatro milhões de euros, mais uns trocados...).

Já o Orçamento da Assembleia da República, composta de 230 deputados, tem para 2018 programado o montante de despesas de 104.909.890,00 € (em números redondos, cento e cinco milhões de euros).

A Espanha tem um território de 504.030 km2, com uma população de 48 milhões, já Portugal tem uma área de 92.256 km2 e 11 milhões de habitantes.

O PIB de 2017 de Espanha foi de 1.163.662,00 mil milhões de euros e o per capita de € 27.625,7€, o de Portugal de 193.072,00 mil milhões de euros e o percapita de 23.022,9€.

Temos que o PIB de Espanha é seis vezes maior do que o de Portugal, e per capita cada espanhol tem uma riqueza 20% maior do cada um dos portugueses.

A dívida pública portuguesa líquida é de 224,9 mil milhões de euros, correspondendo a 124,8% do PIB de Portugal, cabendo a cada português 20.364,00€, e a dívida pública espanhola é de 1.162 mil milhões de euros, 99,8% do PIB de Espanha, competindo a cada espanhol 24.208,00€.

O salário médio português é de 887,00€ e o salário médio espanhol está em 1.350,00€.

Individualmente, cada deputado espanhol custa anualmente 87.662€, custando cada deputado português 456.521,7€, ou seja cada deputado português representa um encargo 5 vezes maior do que um espanhol.

Portanto, na proporção à riqueza gerada por cada um destes dois países, cada deputado português custa anualmente 40 (quarenta) vezes mais do que cada um dos homólogos deputados espanhóis.

Para quem tiver dificuldades em acreditar no que acabei de escrever pode ir consultar as páginas de internet de cada um destes dois parlamentos ibéricos e bem assim as respetivas realidades e grandezas económicas:

Cortes do Reino de Espanha: 

http://www.congreso.es/portal/page/portal/Congreso/Congreso/

Transparencia/InfEco/PresupuestoCCGG2018

Reino de Espanha:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Espanha

Assembleia da República Portuguesa: 

https://dre.pt/application/file/a/108332035

República Portuguesa:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Portugal

PIB`s de Espanha e de Portugal:

https://www.pordata.pt/Europa/Produto+Interno+Bruto+(Euro)-1786

PIB`s per capita espanhol e português:

https://www.pordata.pt/Europa/PIB+per+capita+(PPS)-1778

 

Paralmentos.png

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 16:02
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Princípio da Desigualdade...

POR UMA URGENTE ASSEMBLEI...

Liu Xiaobo, o Nobel da Pa...

Cangalheiros

A democracia dos círculos...

Fascismo

Injustiça

Deputado português, 40 ve...

Portugal versus Espanha

Rapina fiscal portuguesa

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Junho 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds
Contador
últ. comentários
É uma interpretação jurídico-política, da minha au...
Alguém me pode indicar onde posso comprovar esta i...
Sou brasileiro e na época da descolonização conhec...
Boas amigos Moçambicanos, nasci em 1962 em João Be...
Olá, também fiz parte desse grupo de pessoas, regr...
Para começar essas 34 medidas(ou outras)era no ent...
Esse parecer e com esse entendimento foi entretant...
Bom dia,Por acaso não me pode dizer onde encontrar...
POLICIAS RETARDADOS...
tenho as minhas suspeitas que pese embora as razõe...
blogs SAPO