Ideias e poesias, por mim próprio.
Sábado, 1 de Dezembro de 2018
Cangalheiros

António Costa, acerca da derrocada mortal em Borba afirmou, pasme-se, não haver responsabilidade do Estado.

Esta resposta poderia ser ignorância do seu autor, mas não, é a declaração típica do espertalhão, sem escrúpulos, amoral e antissocial.

À luz da Lei e da Constituição há efetivamente lugar à responsabilidade objetiva do Estado, o desastre deu-se numa via pública municipal, do Estado Local e, as vítimas, ou os seus familiares e herdeiros, terão de ser ressarcidos

A responsabilidade subjetiva também terá de ser apurada, respondendo os responsáveis que, sabedores do mau estado da via, não agiram em tempo e de modo a evitar o desastre, os danos e perdas.

As perdas humanas do sangue contaminado pela hemodiálise, as da queda da Ponte Entre-os-Rios, as dos incêndios de Pedrógão Grande, ou de Oliveira de Hospital, Góis e tantos outros, as da derrocada de Borba, as das assassinas estradas nacionais, entre tanta outra mortandade nacional, somam sem cessar, sem cuidado ou responsabilidade que lhes valha.

Os portugueses continuam a votar em cangalheiros dissimulados, portanto, não há como espantar perante tantos funerais, mortes, estropiados, viúvas e órfãos.

Estas mortes e desastres, todos evitáveis, caso se tivessem tomados os atos e cuidados e vigilância necessários, ou respeitados aos avisos e alertas prévios, resultaram de falhas grosseiras de responsabilidade e gestão administrativa e material do Estado Português.

O respeito pela vida humana para esta gentalha é nenhum, a sua ideologia de brutalidade, violência e morte, disseminadas pelo ensino público e veiculadas pela comunicação social, estupidificam e ensandecem crescentemente os portugueses.

Os mesmos cangalheiros que dizem não haver dinheiro para a construção da nova ala pediátrica do Hospital do São João, para tratar e salvar as nossas crianças, são os mesmos que beneficiam com prebendas e favores os seus camaradas, boys e girls com muitos e muitos milhões espoliados aos contribuintes portugueses.

Em 2019 vai subir para 25 milhões, 287 mil e 914 € (aumento de 77,12% em relação a 2018) a subvenção para os partidos políticos farrarem nas eleições de 2019.

Em 2018, sem quaisquer eleições, os Partidos já haviam recebido para o seu repasto 14 milhões, 276 mil e 153 €.

As prioridades do Estado Partidarista do pós-25 de Abril de 1974, coletivista, marxista, eugenista e abortista, instruídos pela sua ideologia de genocídio social, humano e familiar, têm em vista, egoística e hedonisticamente, apenas aumentar o pecúlio, a fortuna e o poder particulares da classe governante e dirigente.

 

(twitter: @passossergio)

 

(artigo do autor publicado na edição de 30 de Novembro de 2018 do jornal mensário regional "Horizonte" de Avelar, Ansião, Leiria)

 

horizontenovembro2018.jpg

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 22:05
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Princípio da Desigualdade...

POR UMA URGENTE ASSEMBLEI...

Liu Xiaobo, o Nobel da Pa...

Cangalheiros

A democracia dos círculos...

Fascismo

Injustiça

Deputado português, 40 ve...

Portugal versus Espanha

Rapina fiscal portuguesa

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Junho 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds
Contador
últ. comentários
É uma interpretação jurídico-política, da minha au...
Alguém me pode indicar onde posso comprovar esta i...
Sou brasileiro e na época da descolonização conhec...
Boas amigos Moçambicanos, nasci em 1962 em João Be...
Olá, também fiz parte desse grupo de pessoas, regr...
Para começar essas 34 medidas(ou outras)era no ent...
Esse parecer e com esse entendimento foi entretant...
Bom dia,Por acaso não me pode dizer onde encontrar...
POLICIAS RETARDADOS...
tenho as minhas suspeitas que pese embora as razõe...
blogs SAPO