Ideias e poesias, por mim próprio.
Sábado, 15 de Dezembro de 2012
Abraço.

 Um abraço,

 Envolve-me nos teus desejos estendidos

 Aperta-me o meu ser em minh`alma

 Toca teus dedos todos ao meu redor sagrado

 Vem com teu coração ao encontro deste.

 Dá-me teu querer amizade retribuída

 Um gesto vale mais que mil gestos

 Um gesto tal sem igual de iguais não há nem há-de

 Teu peito toca no meu âmago e ressalto

 Vem amigo camarada irmão aqui nos damos.

 Não há sinal nem espada contra quem

 Um abraço é um afago e tem Deus por pai

 É um colo de mãe

 É leite de peito escorrido em teus lábios criança

 É vida e fragor da humanidade e da bondade

 É paz feita como quem faz amor.

 

Por: Sérgio Passos


Pintura de: Gustav Klim

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 19:18
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2012
Submarinos ou Orçamento? Eis a questão de Paulo Portas.

 O CDS/PP de Paulo Portas jamais se poderia opor ao assassino Orçamento de Estado para 2013 porque tinha o "rabo preso" no caso dos submarinos.

O PSD, Passos Coelho e Vítor Gaspar bem cientes disto encostaram-lhe o dito Orçamento ao dito cujo e que remédio ele teve senão aceitar levar a "bisnaga" toda, mesmo dizendo uiiiii...

E como já dizia o 1.º Ministro Durão Barroso do Governo que então assinou o contrato criminoso da compra dos submarinos, quem paga a conta destes tachos e panelas é o “Zé Povinho”…

E não é por acaso que a documentação do contrato em causa entretanto desapareceu!

Ou pensarão que a máfia que controla o Estado português brinca em serviço?!

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 10:14
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012
Um Ministro a reciclar, urgentemente!

A recente afirmação do Ministro da Economia Álvaro Santos Pereira de que não é possível conciliar o desenvolvimento industrial com o respeito pelo meio ambiente faz parte de uma conceção tacanha e de uma mentalidade ultrapassada de Século XIX que não sabia, e pelos vistos no seu caso também mostra não ser capaz de pensar para além dessa enorme limitação, portanto mostrando uma enorme ignorância técnica e científica, dos meios e formas atuais e recomendáveis de aliar o ambiente ao desenvolvimento.

Ou seja, o que é já hoje consensual e aceite cientificamente como paradigma de desenvolvimento, é que para além da necessidade imperiosa de aliar o respeito do meio ambiente às atividades humanas e industriais, é este melhor meio para o desenvolvimento humano e ambiental sustentado e prolongado.

Ora, este tipo de afirmação política do Ministro da Economia português só vem demonstrar a limitação mental e intelectual deste senhor, naturalmente demonstrando a sua manifesta incapacidade para o lugar.

É caso para se dizer que o devemos mandar para a reciclagem.

Definitivamente não há pachorra para aturar tantos ignorantes juntos como os que existem neste Governo!

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 11:24
link do post | comentar | favorito

Domingo, 9 de Dezembro de 2012
Os submarinos alemães têm escrito os nomes de corruptos!

Foi em 21 abril de 2004 que o Estado português, era então o Ministro da Defesa Paulo Portas, assinou os contratos com o German Submarine Consortium (GSC) com vista ao fornecimento de dois submersíveis e às respetivas contrapartidas.

A manutenção da capacidade submarina pela Marinha foi então tida como um desígnio nacional e a compra dos submarinos foi "vendida" à opinião pública como geradora de enormes benefícios para a economia portuguesa.

É que, como contrapartida para a compra daquele armamento, os alemães comprometiam-se a realizar em Portugal 39 projetos no valor de 1.200,43 milhões de euros, com um impacto equivalente a 60% do investimento na emblemática Autoeuropa.

As encomendas que daí resultariam para a indústria naval portuguesa salvariam os já moribundos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC).

Mas vejam como foi possível perpetuar a fraude contra o Estado português e lesar os contribuintes portugueses em mais de Mil Milhões Euros:

Diz a cláusula (a 18.ª) do respetivo contrato que, em caso de "incumprimento definitivo, por dolo ou negligência", o consórcio alemão pagará 10% "da diferença entre o valor contabilizável e o valor contabilizado".

Quer dizer, um décimo do montante não cumprido de contrapartidas: se os alemães tivessem decidido não cumprir o contrato (dolo direto), tendo em conta os 60% de contrapartidas não executadas em outubro passado, limitar-se-iam a indemnizar o Estado em 72 milhões de euros.

A vulnerabilidade do Estado perante a Ferrostaal ia ainda mais longe: a cláusula 19.ª impede a indemnização pelos danos causados em caso de incumprimento e estipula que "a responsabilidade do adjudicatário (...) é limitada a um montante máximo global correspondente a 10 por cento".

Além de que "não haverá lugar ao pagamento pelo adjudicatário, em caso de incumprimento de outras obrigações, de qualquer indemnização por danos excedentes, prejuízos indiretos e lucros cessantes.”

Na verdade, os inimigos de Portugal são bem fáceis de identificar, estão dentro de Portugal e quem quiser saber os seus nomes basta procurar no Google quem foram os intervenientes neste negócio, desde o 1.º Ministro, ao Ministro da Defesa, os Chefes Militares, os Escritórios de Advogados e, finalmente, o Partido Político português que enriqueceu com este negócio.

Resta uma pergunta: porque é que perante estas evidências e provas escancaradas o Ministério Público não acusa e não leva a julgamento as pessoas que se sabem escancaradamente que contribuíram e enriqueceram com esta gigantesca fraude?

Tomara, maior república das bananas na Europa do que Portugal não deve haver, tal é o poder dos grupos criminosos nas instâncias do Estado com a proliferação de corruptos, a viverem impunemente e a roubarem cada vez mais, não admira estarmos submersos nesta crescente miséria e fome.

 

(fontes consultadas: revista “Visão” e blog “tretas.org”)

 

 

(Submarinos Tridente e Arpão)



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 13:18
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012
Estatuto do Idoso.

Estatuto do Idoso: para quando a criação em Portugal deste regime legal para uma digna e honrosa proteção da particular condição dos idosos?

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 17:16
link do post | comentar | favorito

A democracia e os círculos eleitorais uninominais.

Defendo para Portugal a eleição dos deputados para a Assembleia da República baseado num sistema de eleição individual, por método maioritário e círculos eleitorais uninominais.

O atual sistema proporcional, de círculos plurinominais e do domínio de listas partidárias, nomeadamente para a eleição dos deputados nacionais, tem provado um sistema representativo em que a relação entre o deputado e o eleitor é inexistente, as preocupações reais das populações são delegadas para segundo plano e substituídas pelos interesses dos lóbis e das agendas particulares dos partidos políticos.

As atuais listas partidárias fazem dos deputados meros representantes dos partidos e não do povo.
Os círculos uninominais transformam um deputado eleito em representante de toda a comunidade do seu círculo eleitoral regional, responsabilizando personalizadamente cada um dos deputados perante os seus eleitores locais.

Os círculos uninominais permitem oportunidades para os verdadeiros candidatos independentes e locais, reforça a participação ativa dos cidadãos na política, isto tudo com uma participação política dos cidadãos e dos eleitores mais ativa e fiscalizadora.

A democracia faz-se na liberdade das pessoas e no respeito da sua individualidade.

Para tanto, encontra-se à subscrição pública uma petição, que pode ser encontrada e assinada em http://www.peticaopublica.com/?pi=Cirunin da qual sou o respetivo autor e primeiro subscritor.

A petição, em suma, propõe a alteração do artigo 149º, n.º 1 da Constituição da República Portuguesa e a revogação da atual Lei Eleitoral para a Assembleia da República, Lei n.º 14/79, de 16/05, sendo em seu lugar criado e implementado um sistema de eleição dos deputados, baseado na sua eleição individual, por método maioritário e por meio de círculos eleitorais uninominais.

É tempo de implantarmos uma verdadeira democracia em Portugal, em que os cidadãos sejam a prioridade e pondo fim ao regime partidocrático.

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Dezembro de 2012 do mensário regional Horizonte, de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 14:58
link do post | comentar | favorito

Domingo, 2 de Dezembro de 2012
3 milhões de portugueses vivem abaixo do limiar da pobreza!

Os ardentes defensores da igualdade de oportunidades, nas quais se contam os comunistas, socialistas, social-democratas, centristas, social-cristãos e outros que tais, vieram para a política dizendo fazerem o bem e é certo que até se saíram muito bem.

Vemo-los cada vez mais ricos e nababos e, em contrapartida, os portugueses, de uma maneira geral, nunca estiveram tão pobres e miseráveis!

 

 

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 23:59
link do post | comentar | favorito

Liberdade.

“Existe no coração humano um gosto depravado pela igualdade, o qual impele os fracos a tentar rebaixar os poderosos ao seu próprio nível e reduz os homens a preferirem a igualdade na servidão ao invés da desigualdade em liberdade.”

Alexis de Tocqueville

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 23:32
link do post | comentar | favorito

A igualdade, a liberdade e a democracia.

"A igualdade das pessoas define-se pelo facto de serem dotadas pelo seu Criador de certos direitos inalienáveis; que entre estes se encontram a Vida, a Liberdade, e a busca da Felicidade."

A igualdade é o direito de cada um exigir o respeito pelo seu direito de proceder de acordo com a sua vida de acordo com os seus próprios valores e gostos e as suas diferentes capacidades, existindo o Estado para assegurar livremente o exercício de tal direito, e sem que qualquer maioria possa exerça o domínio sobre qualquer minoria.

Cada pessoa deve ser senhora de si própria, desde que não interfira com o direito correspondente dos outros.

O princípio democrático deve ser visto no sentido da participação generalizada do povo no governo do país, e não no mero sentido político de domínio da maioria.

A liberdade deve ter como valor essencial em vista que cada indivíduo deve ser considerado com um fim em si próprio."

 

Thomas Jefferson.

 



publicado por Sérgio Passos (twitter: @passossergio) às 23:28
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

Aeroporto

TAPar

Abstenção

Grunhos

Desajustados

O poder da ignorância

 Deputada falsificada

Racismo

Tele-ausência

Calamidade de Estado

arquivos

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Abril 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Junho 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

subscrever feeds
últ. comentários
"É sabido que o excesso de velocidade é em Portuga...
Dediquei-me a pesquisar os nomes das primeiras dez...
E se a legislação que se prepara for avante? Como ...
Sr. Doutor Sérgio Passos, um bem haja ao seu profi...
Coimas mandadas para casa, é muito simples, no avi...
Da minha, não. Descontei para ela.
O meu e-mail é sergio.passos@sapo.pt. Poderá conta...
Agradeço muito sinceramente o seu conselho. Seguir...
Nos termos do artigo 21o da Constituição da Repúbl...
Que pode um cidadão fazer contra este estado de co...
blogs SAPO
Em destaque no SAPO Blogs
pub