Ideias e poesias, por mim próprio.

Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2014
Aumentos nos preços com deflação: é o socialismo, estúpido!

Os aumentos de preços que nos estão a ser apresentados para 2015 - por exemplo o da electricidade, gás e transportes -, num momento em que assistimos flagrantemente ao movimento real económico inverso ao do aumento de preços, ou seja o da deflação, este processo só pode ficar a dever-se 3 fundamentais razões: 1 - pela fabricação de papel moeda pelos bancos centrais e seus sócios (a banca comercial), para suportar o aumento da despesa pública, com o consequente, por um lado o aumento da riqueza dos banqueiros e especuladores monetários e, por outro lado, o progressivo empobrecimento, da classe média e das classes mais desfavorecidas; 2 - pelo aumento de impostos, com o aumento da cleptocracia estatal e corrupção política e partidárias; e 3 - aumento artificial dos preços com o acordo ou "fechar dos olhos" dos supervisores e também por parte do Estado.
Eis, afinal, mais uma razão para os keynesianos, em particular, e os esquerdistas, em geral, aprenderem a economia real e verem como estão muito enganados nos seu apoios a políticas estatais e o de aumento de despesa pública!
Abram os olhos e não sejam estúpidos, porque aumento de preços é roubo das nossas economias e dos nosso trabalho!

impostos.png

 



publicado por Sérgio Passos às 19:46
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 16 de Agosto de 2014
A burguesia comunista é a mais igual de todas as burguesias?

O marxismo tem como linha condutora do seu pensamento atacar a lógica e a razão e substituir o raciocínio pela intuição mística.

Mas fica ainda um obstáculo principal a superar: a crítica devastadora dos economistas.

Marx, entretanto, já tinha uma solução para superar este obstáculo: a razão humana, afirmava ele, por sua própria natureza, não tem condições de descobrir a verdade.

Segundo ele e o marxismo "a estrutura lógica da mente varia segundo as várias classes sociais".

A mente humana só pode produzir "ideologias", ou seja, segundo a terminologia marxista, um conjunto de ideias destinadas a dissimular os interesses egoístas da classe social de quem as formula.

Portanto, a mentalidade "burguesa" dos economistas é absolutamente incapaz de produzir algo que não seja uma apologia ao capitalismo e os ensinamentos da ciência "burguesa" não têm nenhuma validade para o proletariado, a nova classe social que abolirá todas as classes e transformará a terra num paraíso.

Mas, segundo os ensinamentos do mesmo Marx, seguidos literalmente pelos comunistas por todo o mundo, curiosamente, talvez em virtude de algum privilégio especial, a lógica de certos burgueses não estava manchada pelo pecado original de sua condição burguesa.

Karl Marx, o filho de um próspero advogado, casado com a filha de um nobre prussiano, e seu colaborador, Friedrich Engels, um rico fabricante de tecidos, consideravam-sé acima de suas próprias leis e, apesar da origem burguesa, julgavam-se dotados da capacidade de descobrir a verdade absoluta.

Os comunistas propugnam e aceitam esta "natural" diferença entre os comunistas do politburo e os demais camaradas e seres humanos: os líderes do Partido, apenas, são mais iguais do que todos os restantes outros.

Segundo os mesmos comunistas, a classe do protelariado também compreende a separação entre os líderes e os outros todos, naturalmente em razão de uns, os líderes do partido ou da classe, serem, "mais iguais do que os outros todos" (as massas trabalhadoras), que ainda estão em fase de formação e educação.

Claro que com o tempo, todas as novas burguesias, até mesmo as que foram sendo constituídas constituídas em partidos políticos e poderes políticos partidocráticos, vulgarmente chamada partidocracia, não oficialmente, ou não declaradamente, comunistas, mas assumidamente herdeiras desviadas do marxismo, nomeadamente as socialistas, social-democratas e afins, ou as chamadas "colaboracionistas", aceitaram esta mais valia política e ideológica e, em seu benefício, utilizando o veículo do Estado apelidado de social, foram impondo nos seus países o seu domínio de classe aos seus compatriotas.

Temos, portanto, de concluir, face aos comprovados resultados históricos que a burguesia comunista, afinal de contas, é igual a todas outras burguesias, contudo tem a vantagem de estar mais à frente do que as outras todas nas formas, nos meios de ideologização e nos fins de domínio sobre os povos submetidos.

 



publicado por Sérgio Passos às 16:56
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 15 de Agosto de 2014
As burguesias comunista, socialista, social-democrata e afins.

O marxismo tem como linha condutora do seu pensamento atacar a lógica e a razão e substituir o raciocínio pela intuição mística.

Mas fica ainda um obstáculo principal a superar: a crítica devastadora dos economistas.

Marx, entretanto, já tinha uma solução para superar este obstáculo: a razão humana, afirmava ele, por sua própria natureza, não tem condições de descobrir a verdade.

Segundo ele e o marxismo "a estrutura lógica da mente varia segundo as várias classes sociais.

A mente humana só pode produzir "ideologias", ou seja, segundo a terminologia marxista, um conjunto de ideias destinadas a dissimular os interesses egoístas da classe social de quem as formula.

Portanto, a mentalidade "burguesa" dos economistas é absolutamente incapaz de produzir algo que não seja uma apologia ao capitalismo e os ensinamentos da ciência "burguesa" não têm nenhuma validade para o proletariado, a nova classe social que abolirá todas as classes e transformará a terra em um paraíso.

Mas, segundo os ensinamentos do mesmo Marx, seguidos literalmente pelos comunistas por todo o mundo, curiosamente, talvez em virtude de algum privilégio especial, a lógica de certos burgueses não estava manchada pelo pecado original de sua condição burguesa.

Karl Marx, o filho de um próspero advogado, casado com a filha de um nobre prussiano, e seu colaborador, Friedrich Engels, um rico fabricante de tecidos, se consideravam acima de suas próprias leis e, apesar da origem burguesa, se julgavam dotados da capacidade de descobrir a verdade absoluta.

Os comunistas propugnam e aceitam esta "natural" natural diferença "natural" entre os comunistas do politburo e os demais camaradas e seres humanos: os líderes do Partido, apenas, "são mais iguais do que todos os restantes outros".

Claro que com o tempo, todas as novas burguesias, até mesmo as que foram sendo constituídas constituídas em partidos políticos e poderes políticos partidocráticos, vulgarmente chamada partidocracia, não oficialmente, ou não declaradamente, comunistas, mas assumidamente herdeiras desviadas do marxismo, nomeadamente as socialistas, social-democratas e afins, ou suas colaboracionistas, aceitaram esta mais valia política e ideológica e, em seu benefício, utilizando para tanto o veículo do Estado apelidado de social, foram impondo nos seus países o seu domínio de classe aos seus compatriotas.

 



publicado por Sérgio Passos às 16:08
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 13 de Maio de 2014
A caminhada portuguesa para o socialismo..., perdão, pobreza.

Já não falta mesmo muito para estar concretizado o prometido lugar final da caminhada para o socialismo segundo a Constituição da República Portuguesa de 1975 e, finalmente, alcançar uma sociedade sem classes, exceto, claro está, a oligarquia político-partidária e financeira dirigentes: estamos a ficar todos igualmente pobres, sobrecarregados de impostos, todos os bens já estão todos nas mãos do Estado e dos seus acólitos, o que restou da propriedade também já foi nosso um dia e já não falta muito para comermos por ração e senhas!
Eis o Estado Socialista Português, iniciado pelo PCP no 11 de Março de 1975, alicerçado pela social-democracia e pelo PS e, por fim, concluído pela aliança toikana do PSD-CDS/PP!!!

 



publicado por Sérgio Passos às 17:23
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 7 de Março de 2014
Passos Socialista Coelho.

Passos Coelho foi à reunião do Partido Popular Europeu atacar os socialistas e as políticas socialistas do passado.
Por acaso, há alguma diferença entre o que o Governo dele faz (nacionalização dos Bancos, aumento de impostos, regulamentação cada vez maior da economia, subsídios às empresas, clientelismos políticos e partidários, aumento do intervencionismo estatal etc. etc.) e as ditas políticas socialistas?
Nenhumas diferenças, ou não fosse ele, como eu lhe conheço pessoalmente e que é, um social-marxista.
Ora, ora, que grande hipócrita e mentiroso ele nos saiu.





publicado por Sérgio Passos às 15:55
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 6 de Março de 2014
Social pantominices.

A social-democracia e o socialismo, do ponto de vista económico e político, prometem vantagens inegáveis às pessoas, não admira que tanta gentinha inocente e lerda se deixe enganar.

É que estas pantominices ideológicas esquerdistas prometem ser possível fazer simultaneamente  "sol na eira e chuva no nabal".

E o comunismo ainda tem um argumento mais decisivo, diz que é possível fazer o paraíso celestial na terra.

É claro, perante as cabeças fracas a demagogia tem sempre um campo muito fértil para semear.

 



publicado por Sérgio Passos às 12:38
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 4 de Fevereiro de 2014
A rosa vermelha socialista e maçónica: a destruição espiritual do indivíduo.

A nossa civilização falhou em muitas áreas cruciais. Estas falhas foram agravadas pelo facto de que aqueles que compreendem a razão para os nossos problemas se recusarem a falar. Outros não conseguiram perceber o óbvio - que as forças económicas ocultas agiram por de atrás das cenas cuidadosamente pintadas e, praticamente sem oposição, manipularam-nos para a nossa presente situação de desespero. Nós temos sido assustados e enfraquecidos, e por esta razão os inimigos da humanidade têm sucedido com sua conspiração traiçoeira. As forças ocultas foram incapazes de agir livremente sem ter primeiro removido factos importantes de nossa história. Ao referir-nos a estas informações escondidas, tornou-se possível identificar claramente as forças maçônicas, que tudo ao seu alcance tem feito para transformar o nosso mundo no Inferno na Terra.

 

Temos sido danificados mentalmente, fisicamente e geneticamente. Nós começamos a preferir as trevas à luz. A maioria de nós escolhemos acreditar nos mitos ilusórios dos Maçons e ajudando-os na luta contra aqueles que tentaram revelar os verdadeiros factos. Demasiados de nós escolhemos defender estas forças obscuras. As forças do mal estão perto da vitória. Aqueles que defendem essas forças também devem partilhar a responsabilidade pelos seus crimes contra a humanidade. Muitos de nós tornamo-nos vítimas dos maçons e da nossa ganância pessoal.

 

Os maçons foram sempre encantados com grandes estruturas sociais e super-estados. Eles chamaram pelo levantamento social violento, que foi realmente provocado pelas suas grandes lojas debaixo da liderança de grandes mestres maçônicos, "as grandes revoluções populares". Também temos pistas sobre o que vai acontecer no seio da União Europeia - A mais recente criação dos maçons. os maçons desprezam os ensinamentos que representam bondade e desenvolvimento espiritual.

 

Os socialistas (servos mais eficazes dos maçons) são particularmente propensos a usar a violência nas suas tentativas de assassinar a alma. Consideram mais eficaz e benéfico matar a alma do que o corpo. Os comunistas não chegaram a lugar nenhum por destruir os corpos das pessoas. Debaixo do símbolo dos Illuminati e da maçonaria - A Rosa vermelha - os socialistas estão na perseguição das nossas almas. O autor francês Romain Rolland, declarou: "Os assassinos da alma são os piores. "Os socialistas estão bem conscientes de que a sua falsificação da história leva a uma sociedade sem história. O socialista russo-judaico Alexander Herzen afirmou em 1850: "Não há nada mais repugnante do que uma falsificação da história debaixo das ordens de quem está no poder." Marx pôs o dedo sobre o método mais importante dos Illuminati: "Se você puder desviar as pessoas para fora de sua história, elas podem ser facilmente persuadidas."

 

Embora possamos constatar que os nossos líderes ocultam factos com a assistência de "historiadores" corruptos, temos que perceber que essa falsificação da história é parte da conspiração, uma vez que aqueles que controlam a nossa história também controlam o nosso futuro, de acordo com o autor britânico George Orwell. E aqueles que controlam o nosso presente também controlam a nosso passado. Todos esses "ismos" são apenas ferramentas úteis para as forças maçônicas obscuras que muitas vezes usam várias ideologias sombra para preencher as lacunas na sua tentativa de construção de "um mundo melhor para todos nós." É por isso que os maçons querem destruir tudo relacionado com "o velho", a tradição e o bom senso.

 

Em "Arquitectos da decepção", de Juri Lina

 

 

 



publicado por Sérgio Passos às 13:00
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 7 de Outubro de 2013
Deus nos livre do socialismo!

 



publicado por Sérgio Passos às 10:14
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22

25
26
28
29
30


posts recentes

Aumentos nos preços com d...

A burguesia comunista é a...

As burguesias comunista, ...

A caminhada portuguesa pa...

Passos Socialista Coelho.

Social pantominices.

A rosa vermelha socialist...

Deus nos livre do sociali...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds