Ideias e poesias, por mim próprio.

Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2015
O arrendamento urbano, ou a hipocrisia fiscal

As pessoas que procuram casa para arrendar vêm-se confrontadas com a falta de habitação para arrendamento, ou propostas muito caras, porque a esmagadora maioria dos imóveis propostos, especialmente por parte dos bancos, estão para venda, continuando vazias e desocupadas. Ao invés os senhorios são punidos com altos impostos em IRS e IMI, já os Bancos e os fundos imobiliários estão isentos de IMI e do IRC sobre os imóveis vazios e devolutos, portanto o imobilizado, que detêm na sua posse. Na base disto está um sistema fiscal português que priveligia a propriedade imobiliária especulativa dos grandes grupos financeiros, servindo esse imobiliário para sustentar os balanços e ativos artificiais dos Bancos, ou para aumentar o rédito bancário no crédito à compra de habitação, enquanto, mais uma vez as pessoas e as famílias mais pobres são por estes sacrificadas e exploradas. E, como é que se pode perceber que existam centenas de milhares de habitações novas desocupadas e devolutas enquantos tantos portugueses sejam obrigados a comprar casas caras e de má qualidade, ou vivam em más condições de alojamento, na rua ou acantonadas em casas superlotadas? Hipocritamente, o Estado para disfarçar mentirosamente que apoia o arrendamento, protege as rendas antigas e desvalorizadas, o que mais não é do que o incentivo à manutenção da pobreza, da desvalorização dos imóveis e da degradação dos imóveis mais antigos dados há muito ao arrendamento. Que país da treta, temos um sistema fiscal que aumenta a desigualdade social e económica, agrava a miséria humana, aumenta a riqueza especulativa e o número de pobres, mantém imóveis abandonados e pelos quais pagamos uma dívida astronómica ao estrangeiro, e as pessoas continuam sendo joguetes nas mãos dos Bancos e do Estado!

image.jpg



publicado por Sérgio Passos às 09:55
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014
Nova legislação demagógica vai lançar (de novo) o caos no arrendamento e no imobiliário!

Saiu hoje em Diário da República a Lei n.º 79/20014, de 19/12, enfim... mais... uma nova alteração às leis do Arrendamento e das rendas, com muitas mexidas, alterações, revogações e introdução exceções na legislação em vigor do arrendamento de imóveis, no regime de rendas e no processamento da sua atualização!
O Governo de Passos Coelho e a sua maioria parlamentar só vêm mostrar que são tão demagógicas, irresponsáveis e populistas como todas os outros que passaram pela Governação de Portugal e que não resistem a brincar com a legislação e a fazerem de conta que são amiguinhos dos pobrezinhos!
Com tantas mexidas e alterações não há quem possa fazer contas com o que contar a curto e a médio prazo, quanto mais a longo prazo, o mercado do arrendamento é um permanente vai e vem de legislação, senhorios e arrendatários vivem na mais completa incerteza e instabilidade, ...enfim, é um verdadeiro caos no arrendamento urbano e, terrivelmente, no de fim habitacional.

O que ontem era verdade e ou passou a ser mentira, a maioria PSD e CDS/PP, vêm agora dizer que... afinal não era bem assim, que os senhorios talvez não tenham tanta a certeza sobre o que é seu..., e que os inquilinos talvez até podem sonhar novamente que as rendas não são para aumentar..., ou que os velhinhos podem morrer mais descansados no seu eternos arrendamento perpétuo...
Mas quem se lixa mesmo com tanta irresponsabilidade e instabilidade legislativas é o "mexilhão", ou seja, quem é quem trabalha, quem poupa para comprar um imóvel, e, pior, quem procura uma nova casa para arrendamento e não consegue, etc., etc...
Todos, sem exceção de cor política, estes Governos, Partidos Políticos e politiqueiros de Portugal não passam do mais elementar lixo e excremento!

Com tanta irresponsabilidade política, é o mercado de arrendamento que vai sofrer outra grave perturbação e, no fina de contas, é o mercado urbanístico e o comércio imobiliário que sofre mais novos transtornos e incertezas!
O raio que os partam!

 

arrendamento.png

 



publicado por Sérgio Passos às 15:46
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

O arrendamento urbano, ou...

Nova legislação demagógic...

arquivos

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds