Ideias e poesias, por mim próprio.

Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015
Os donos disto tudo

Em Portugal, à Banca é permitido fazer tudo aos seus balcões, como sejam receber depósitos, fazer créditos, vender os mais variados serviços financeiros, fazer a mediação de seguro e de imóveis, outorgar atos notariais, como escrituras, vender toda a quinquilharia possível e imaginária, etc., etc.

E, como se não lhes bastassem as vantagens da usura e do rédito livres, aplicam sem qualquer controlo as comissões que muito bem entendem sobre os depósitos dos clientes...!

Não admira que, em particular, os mais diversos profissionais, desde advogados, os solicitadores, os agentes imobiliários e de seguros, entre muitos outros, fiquem desocupados e sem serviço para ganharem o seu sustento e o das suas famílias, e, em geral, os portugueses estejam cada vez mais pobres e sem as condições mínimas de sobrevivência.

À custa deste quadro de monopólio legal, os bancos e os banqueiros enriqueceram desmesurada e escandalosamente e, como se não bastasse, foram permitidos levar a economia nacional à bancarrota.

Ficaram (para as próximas décadas…) os contribuintes a pagar esses abusos e roubos escandalosos!

A atuação da banca para além de configurar concorrência desleal e abusiva, beneficia de inúmeros benefícios e privilégios legais e comerciais, para além de gozar de inúmeras facilidades e privilégios fiscais!

Ora, a Banca portuguesa usa e abusa duma especial posição de mercado, para tanto contando com o apoio ilegítimo do Estado e o conluio criminoso das elites político-partidárias!

A banca portuguesa tem hoje a faca e o queijo na mão.

O Banco de Portugal e o poder político são cúmplices nesta desmesurada exploração.

Mas, isto não é mais tolerável.

É preciso, urgentemente, pôr um freio nos dentes destes modernos vampiros, quais senhores feudais, que conduzem às mais vis formas de miséria e empobrecimento generalizado, em suma, à destruição humana, social e económica de Portugal e dos portugueses!

Basta!

 

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Agosto do mensário regional jornal "Horizonte", de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)

 

horizonteagosto2015.jpg

 

 



publicado por Sérgio Passos às 19:19
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Janeiro de 2015
Confisco aos banqueiros e políticos corruptos, Já.

Toda e qualquer nova legislação de caracter penal contra os ex-titulares públicos, ou os banqueiros criminosos, tem também visa o confisco retroativo da riqueza adquirida por meio da corrupção ou da má gestão bancária.

A legislação do confisco do produto dos prejuízos causados ou ao erário público e ao dinheiro dos contribuintes, ou aos depositantes e clientes, tem de ser também aplicada para os atos ilícitos praticados no passado e para todos os ex-governantes ou banqueiros.

 Não basta nova legislação penal e civil, de modo punir esses crimes e danos civis, com meros efeitos para o futuro, também tem de se aplicar retroativamente e para isso é necessário mexer na Constituição da República.

Os grandes roubos públicos, PPP's, BPN, BES e tantos outros, foram praticados no passado.

Portanto, tal qual como os portugueses sofrem sacrifícios excecionais, aqueles que prejudicaram gravemente a comunidade, devem sofrer punições e aplicação retroactiva das sanções criminais de prisão e confisco da sua riqueza ilegítima.

Sem este tipo de sanções continuaremos a a falar de quimeras!

 

ricardo salgado.jpg

 



publicado por Sérgio Passos às 00:09
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 15 de Junho de 2014
O Madoff português!

Segundo a revelação do contabilista do BES ao jornal "Expresso", Ricardo Espírito Santo mentiu sucessivamente aos acionistas e depositantes durante anos a fio, falseou as contas do BES em cerca de 5 mil milhões de euros!!!

Ainda segundo a mesma notícia, com todo o dislate do mundo Ricardo Espírito Santo desrespeitou as instituições de supervisão como a Bolsa de Valores e o Banco de Portugal.

Perante isto tudo, nós temos de perguntar: esses atos de tamanha gravidade não vão ter nenhumas consequências criminais?

É que se isto se passasse num país em que a Lei e o Estado de Direito se fizessem minimamente cumprir e respeitar, estes banqueiros aldrabões, que usam e abusam da confiança pública e do dinheiro dos seus depositantes, pondo em causa todo o setor financeiro e por arrastamento a respetiva economia economia nacional, iam logo, como vimos recentemente nos Estado Unidos da América com o Madoff e outros, para o xelindró para o resto das suas vidas!

Ou, pelos vistos, como já sabemos que em Portugal reina o crime, desde a Presidência da República, passando pela Assembleia da República entregue a seitas criminosas e mafias diversas, e um Governo da República entregue a agiotagem e bandidagem, parece que todo o alto crime de colarinho branco tem boa e garantida proteção na Justiça! Triste país este de Portugal em que o crime faz lei e os maiores bandidos nacionais recebem comendas e medalhas por ocasião do festival nacional do 10 de Junho!

Porreiro páh!

 

http://expresso.sapo.pt/contabilista-revela-como-as-contas-do-ges-eram-manipuladas=f875448

 

 



publicado por Sérgio Passos às 12:06
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 19 de Outubro de 2013
Bancocracia.

Não tenho quaisquer dúvidas, aliás tenho provas, de que importantes organismos do Estado português encontram-se já ao serviço exclusivo e ao uso dos interesses de grandes empresas privadas com ligações à Banca e a à alta finança.

Os portugueses quando acordarem e já começa a ser tarde para o fazerem e, especialmente, reagirem contra este enorme perigo que está a cair sobre si, vão dar de conta que vivem em situação de servidão pior que a do feudalismo.

 

 



publicado por Sérgio Passos às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Os donos disto tudo

Confisco aos banqueiros e...

O Madoff português!

Bancocracia.

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds