Ideias e poesias, por mim próprio.
Quinta-feira, 6 de Março de 2014
Sapatos de defunto

Em todos os tempos, lugares, famílias e ocasiões, há umas quantas “ovelhas ranhosas” que vivem locupletando-se à custa alheia.

Entre estes indivíduos desonestos e desprezíveis, colocados no lugar mais baixo da escala dos vis ladrões, contam-se “os papa-defuntos”.

Estes têm por hábito e regra esperarem à socapa pelo último suspiro, ou pelo fecho dos olhos, dos moribundos, para roubarem o que foi da sua pertença e, mal esperando que o corpo do enfermo arrefeça, calçam os seus sapatos usados, saqueiam os seus haveres e pertences, inclusivamente prejudicando o direito à herança dos seus demais parentes.

Da minha herança conto o que já recebi em vida dos meus pais, eu próprio, a minha educação, o meu ofício e os meus valores.

Não tenho "sangue azul", os meus antepassados não são, nem nunca foram brasonados, nem sequer há notícia que na família tivessem havido sopeiras ou criadas emprenhadas por Barões, Condes, Viscondes ou outros trastes, não sou maçon, nem vivo mancomunado com seitas, grupos mafiosos ou partidos políticos.

O meu mais distante antepassado conhecido, de que tenho notícia, um bisavô, do qual recebi o meu último apelido Passos e que só tarde descobri a sua campa no cemitério, era carpinteiro de profissão, nasceu em lugar incerto no norte de Portugal e, depois ter estado emigrado durante 2 a 3 anos, no final Século XIX, no Brasil, quando regressou, não possuía mais do que a roupa que tinha vestido e uns poucos instrumentos do seu ofício.

Não pactuo com privilégios, benefícios legais ou iníquos por razão do sangue, da família ou da condição política, social ou qualquer outra.

Tenho a minha força de trabalho, a minha formação literária e o calo que a vida me deu, que são distinções suficientes.

Acredito fielmente nos 10 Mandamentos de Deus, jamais aceitaria como legítimo cobiçar, apropriar, ou esbulhar o que não é legitimamente meu por direito e por lei.

Com garra, trabalho e fé em Deus posso ser livre e angariar honesta e honradamente o meu sustento e o meu património.

Para além do amor, pouco mais uma criatura humana pode desejar.

Passem todos bem e sejamos sempre gratos com tudo o que a vida nos dá!

 

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Março de 2014 do mensário regional Horizonte, de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)

 



publicado por Sérgio Passos às 11:50
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A "cláusula democrática" ...

Justiça para Pedrógão Gra...

Crescimento económico de ...

Contribuintes portugueses...

64 homicídios

Os repetidos contratos po...

António Costa contratou a...

O crescimento pornográfic...

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds