Ideias e poesias, por mim próprio.
Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2014
Personalidade portuguesa do ano 2014: José Sócrates.

Pela primeira vez, decidi eleger a personalidade portuguesa do ano.

Para o ano que agora está a terminar, tomando em atenção a fenómeno mediático em que se transformou a prisão de um ex-primeiro ministro português, José Sócrates, entendi eleger uma personalidade em função da atenção popular despertada.

Nunca tal se havia visto em Portugal, uma das mais altas figuras do Estado e um destacado político a contas com a Justiça e logo enviado para a prisão.

José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa, como foi tratado pelo juiz de instrução Carlos Alexandre que o remeteu à prisão preventiva, José Sócrates para o portugueses, nome político de "guerra", esse mesmo, o ex-secretário geral do Partido Socialista, o primeiro líder político que deu uma maioria absoluta ao PS, voltou assim, embora de maneira aziada e desastrada, à fama em 2014 pelos piores motivos.

Preso preventivamente à ordem do processo judicial que investiga a sua súbita e mal explicada riqueza, com muitas suspeitas de proveniência ilícita de corrupção, José Sócrates vai terminar o ano de 2014 envolto na enorme paixão que desperta e sempre despertou tanto entre os inúmeros que o odeiam como os  muitos que o idolatram, e são mesmo muito poucos aqueles que o ignoram.

Apesar de se encontrar a contas com a Justiça portuguesa, José Sócrates, não podia, justamente ...diga-se, ame-se ou não a sua pessoa e a figura que representa, pelo destaque que (re)conquistou no espaço público em Portugal, deixar de merecer o primeiríssimo lugar nesta particular escolha.

 

jose socrates.png

(José Sócrates levado pelos inspetores da PJ a caminho da prisão preventiva que cumpre atualmente no Estabelecimento Prisional de Évora)



publicado por Sérgio Passos às 23:46
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22

25
26
27
28
29
30


posts recentes

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

Anarquia

Os incendiários da flores...

Os otários somos nós???

O Estado Terrorista Portu...

Avé César!

Do Estado vem (sempre) o ...

Tribunais Só Para Ricos

As luxuosas portuguesas E...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds