Ideias e poesias, por mim próprio.
Sexta-feira, 2 de Junho de 2017
Os otários somos nós???

A dívida pública fixou-se em 247,4 mil milhões de euros em abril, mais 3,9 mil milhões de euros do que o registado no final de março, divulgou hoje o Banco de Portugal.

Segundo a informação hoje conhecida, o aumento entre março e abril (de 1,6%) reflete "emissões líquidas de títulos de 3,5 mil milhões de euros" - emissões de dívida pública - e ainda "um incremento das responsabilidades em numerário e depósitos" de 300 milhões de euros.

Também face a abril de 2016, houve um aumento da dívida pública, em 11.451 milhões de euros ou 4,85% em termos relativos.

Quanto ao valor da dívida face ao Produto Interno Bruto (PIB), os últimos dados são de março, quando este rácio era de 130,6%, ligeiramente acima dos 130,4% de dezembro de 2016.

Quanto à dívida líquida de depósitos, uma vez que os depósitos da administração central aumentaram 2,8 mil milhões de euros, esta aumentou 1,1 mil milhões de euros face a março para 227,6 mil milhões de euros, ainda segundo o Banco de Portugal.

Também na variação homóloga, em abril passado aumentou a dívida líquida de depósitos da administração central em 7.906 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 3,60%.

O elevado endividamento do Estado é tido como um dos principais problemas das contas públicas portuguesas, sendo frequentemente vincado pelas agências de 'rating' que atribuem a notação financeira soberana.

Ora, isto é simples de perceber, há 43 anos são Portugal e os seus recursos a serem vendidos ao desbarato!!!
Oh tugazito, ainda não percebeste porque "tanto"cresce a economia portuguesa?
O Marcelo e o Costa, quando te contam as patranhas do falso crescimento da economia portuguesa, querem fazer-te passar por otário, e tu ainda não percebeste???
Só no passado mês de Abril a dívida pública portuguesa cresceu mais 3,9 mil milhões de euros.

Abre a pestana portuguesito!!!

 

DIPLOMA-DE-OTARIO.jpg

 

 

 



publicado por Sérgio Passos às 15:57
link do post | comentar | favorito
|

O Estado Terrorista Português
O Estado Português pratica o terrorismo sobre os cidadãos e, especialmente, sobre contribuintes!
Ou, como explicar que a insolvência singular de um cidadão não o exonere das dívidas fiscais - artigo 245º, n.º 2, alínea d) do Código de Insolvência?
Porque raio é que as dívidas fiscais hão-de perseguir até ao fim da vida um infeliz cidadão que teve um azar na vida, caiu na pobreza ou, até mesmo, na indigência?
E, em resultado deste poder arbitrário do Estado e do Fisco, como aceitar que os filhos menores, deficientes e outros incapacitados, fiquem a viver indefinidamente com os seus pais e progenitores impossibilitados de os ajudar material e financeiramente em mínimas e aceitáveis condições de sobrevivência, portanto, que passem fome, doença, pobreza e miséria em virtude do Estado Português sanguessuga não prescindir dos impostos, que, como sabemos, preferencialmente, servem para pagar corrupção e a vilanagem partidária de Estado?
Veja-se só que o Estado pode esperar indefinidamente pela cobrança dos créditos fiscais, mantendo uma atitude relapsa, ou negligente, na cobrança dos seus créditos tributários e continua a beneficiar da prioridade na sua reclamação e cobrança em relação aos demais credores!
Aquela norma legal do Código de Insolvência é desumana, iníqua, arbitrária e terrorista!!!
A Constituição da República Portuguesa que permite este estado é uma Constituição anti-humana e violentadora dos portugueses!
Isto é, e não tem outro nome, que terrorismo fiscal sobre os cidadãos e contribuintes!
Mas que raio de Estado Social é este que mergulha as pessoas na perseguição e no terrorismo fiscal até ao fim das suas vidas???
Este Estado Português terrorista deve ser abolido, ou até mesmo e se necessário for, ser derrubado pela força dos portugueses!
 

estadoterorista.jpg

 

 


publicado por Sérgio Passos às 11:44
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22

25
26
27
28
29
30


posts recentes

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

Anarquia

Os incendiários da flores...

Os otários somos nós???

O Estado Terrorista Portu...

Avé César!

Do Estado vem (sempre) o ...

Tribunais Só Para Ricos

As luxuosas portuguesas E...

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds