Ideias e poesias, por mim próprio.
Quinta-feira, 30 de Agosto de 2012
Qual crise portuguesa?

A crise económica é apenas o resultado das políticas Governamentais erradas dos últimos 20 anos, levadas a efeito propositadamente para destruir Portugal em geral e os portugueses em especial, e que têm solução simples e resolução fácil, quisessem assim os portugueses resolve-la e em poucas semanas tudo se consertaria.

A crise que eu temo verdadeiramente é a crise humana e civilizacional do povo português, da falta de valores e da desestruturação humana e ética que grassa em geral, muito em especial nas chamadas elites e nas classes profissionais com maiores responsabilidades em Portugal, e que corrói profunda e gravemente e hipotecando a longo prazo os pilares da sociedade portuguesa, já por si muito doente.

A continuar tudo assim e não se prevendo qualquer solução séria para o problema das pessoas e da sociedade em geral, nem se observando nada a ser feito em contrário, antevejo para breve uma catastrófica implosão em Portugal com danosas e hediondas consequências a muito longo prazo.

Deus nos guarde!

 



publicado por Sérgio Passos às 14:51
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 29 de Agosto de 2012
...

É Errado Produzir e Consumir Mais Petróleo!

Basta de consumir petróleo e poluir, a natureza está a ser definitivamente destruída e dá sinais de revolta e, a continuar neste excesso de consumo de hidrocarbonetos, nós assim vamos matar o planeta!

Depois onde iremos nós viver?

Poupar combustível já!!!



publicado por Sérgio Passos às 15:13
link do post | comentar | favorito
|

...

As pessoas frustram-me não é pelo que não me dão ou deixam de me dar, mas sim pelo que elas potencialmente são capazes e estão dotadas para fazer e não o aproveitam, optando antes e ao invés por viverem em atavios, ou recorrendo ao menor esforço e não poucas vezes à fraude e à mentira, e bastando-se serem pelo mau ou pelo medíocre.



publicado por Sérgio Passos às 15:00
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 28 de Agosto de 2012
A Assembleia da República vai despedir os deputados?

Após o ralhete de Cavaco Silva alertando os deputados da nação para a mediocridade das leis elaboradas na Assembleia da República, estes preparam-se agora para criar, sob proposta da Presidente da AR, Assunção Esteves, a sua "Comissão Para A Simplificação Das Leis".

A dita comissão, a ser compostas por técnicos contratados no sector privado, vai ter como finalidade escrutinar e emendar as asneiras de leis feitas pelos deputados, leis estas que há já muito tempo ninguém percebe e que nem qualidade alguma possuem para serem publicadas no Diário da República.

Esta nova Comissão vai custar anualmente aos contribuintes portugueses mais de 12,3 milhões de euros.

Face a  este auto-reconhecimento de incapacidade funcional pelos deputados da A.R., portanto com a sua confissão da sua ignorância técnica para a feitura de leis, digam lá para o que nos serve andar a pagar em cada ano de eleições quase 200 milhões de Euros para sustentar 230 eleitos que nem sequer sabem redigir leis?!

E a que título e com legitimidade legal ou Constitucional, os portugueses e os contribuintes têm ainda de sustentar mais uns burocratas, sem que tenhamos sequer escolhido ou eleito estes novos legisladores, sem sabermos tão-pouco a sua proveniência, e que vão passar a fazer o trabalho que antes imcumbia somente aos senhores deputados?

Afinal, isto não é o melhor reconhecimento da inutilidade e do parasitismo dos deputados?

Ora, se os deputados não servem para fazer o seu próprio trabalho, o melhor era mesmo fechar a A.R. e empregar os 200 milhões de Euros gastos e colocá-los ao serviço de obra útil para o país.

Já só lhes falta mesmo dizer, o que já nós sabemos há muito tempo, que a produção legislativa deste país está entregue aos principais escritórios de advogados de Lisboa!

Definitivamente, este é o espelho da completa falência do atual regime parlamentar e nenhuma democracia representativa resta a isto tudo, fica o simulacro!

Despedimento já destes senhores, por incompetência!

 



publicado por Sérgio Passos às 23:58
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 26 de Agosto de 2012
RTP: serviço público ou luxo para alguns?

Está prestes a ser acabado um dos maiores buracos e sorvedouros de dinheiro inútil em Portugal.

O Governo veio a público “ameaçar” com a concessão da RTP, numa espécie de balão de ensaio, antes de apresentar uma solução que há muito que se adivinhava ter de passar pela sua entrega aos privados.

Eis senão, perante a eminente privatização, quando conhecidos esquerdistas e demais fundamentalistas vêm a público clamar pela “vaca sagrada” do pretenso serviço público de televisão.

O “papista” António Seguro do PS veio logo dizer que com ele a RTP voltará às mãos do Estado e que pede ao PR Cavaco Silva que conserve este monstro na posse do Estado, que é como quem diz para se manter esta aberração despesista a pagar pelos contribuintes.

Ora, como os portugueses bem sabem a RTP sempre serviu os partidos políticos do sistema e jamais contribui para a liberdade de expressão coletiva.

A RTP é até considerada por muitos como um dos maiores inimigos da pluralidade de opinião e da liberdade de expressão em Portugal.

Apesar da sua inutilidade democrática e da sua estafada programação “à malato”, em que se destacam os repetidos e velhos concursos de saloiices e outras adivinhas e os Karaokes com as estrelas da casa e dos seus amigos, vai acumulando prejuízos e canais, estes que já se contam em 6, a RTP 1, RTP 2, RTP Internacional, RTP Memória, RTP Informação e RTP África.

O facto é que esta "vaca" é muito “fina” e só se governa com rios de dinheiro, senão veja-se: em 2011 gastou 417,5 milhões de Euros, tendo recebido diretamente do Orçamento Geral de Estado 266 milhões e da taxa de Contribuição de Audiovisual (paga na conta da luz) 151.5 milhões de euros.

Desde 2009 a RTP já custou aos portugueses a “módica quantia” de 1.000 milhões de euros.

Entre os seus gastos faraónicos temos as suas estrelas de companhia, em que se destacam, entre outros e em números redondos, os seguintes salários mensais: Fátima Campo Ferreira 10.000 €, Catarina Furtado 24.000 €, Fernando Mendes 20.000 €, José Carlos Malato 20.000 €, Maria Elisa 7.000 €, Jorge Gabriel 18.000 €, João Baião 15.000 €, Sónia Araújo 14.000 €, Tânia Ribas Oliveira 10.000 €, Sílvia Alberto 10.000 €, Guilhermino Costa (Presidente da RTP) 17.000 € Mercedes Cartão de Crédito, José Araújo e Silva (Vogal da RTP) 16.850 €, Nuno Santos (Diretor de Informação) 8.000 €, Vítor Gonçalves 8.000 €, José Rodrigues dos Santos 13.000 €, Rui Pêgo 8.000 €, Fernando Mendes 20.000 €, Paula Moura Pinheiro 4.000 €, Vítor Gonçalves 8.000 €.

Tem a seu cargo neste momento 2 mil trabalhadores espalhados por todo o mundo, paga avenças mensais a vários comentadores de serviço, na ordem de 600 € mensais, como Marinho Pinto, Rui Rangel, Moita Flores, António Mendonça, Carvalho da Silva, Joana Amaral Dias, Paulo Rangel, Bagão Félix, entre outros.

Tem como responsabilidade financeiras até 2013 com a renda de 33 automóveis de luxo o encargo de 1,1 milhões de euros e só ao seu director financeiro, que se faz transportar num porche, tem de custear mensalmente 3.000 € com a gasolina do seu "popó".

O passivo operacional acumulado pela RTP ascendia no final de 2011 a 716 milhões de Euros.

Depois destes dados, sabendo-se que em Portugal há milhões de portugueses passando privações e fome, crianças subnutridas e até idosos morrendo sem cuidados médicos, fico-me com uma pergunta: para que será que este enorme “elefante branco”, chamado RTP, serve?

Serviço Público não é de certeza!

 



publicado por Sérgio Passos às 19:08
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2012
A aliança para a morte dos consumidores portugueses: Estado & Petrolíferas, S.A.

O maior causador do aumento da carestia dos combustíveis em Portugal tem pelo nome o ESTADO PORTUGUÊS.

Se dúvidas houverem ora faça lá as contas: por cada cêntimo de aumento de custo base multiplique por 23% relativo ao IVA.

Ainda tem dúvidas?

Então multiplique agora um aumento de 2 cêntimos por 23%, ou 3 ou mais cêntimos...

Agora já percebeu o efeito multiplicador do IVA, portanto o efeito agravante do imposto, sobre o preço final dos combustíveis?!

Por fim fica este dado a favor do enriquecimento das PETROLÍFERAS: por cada barril de petróleo (160 litros de petróleo), são produzidos 80 litros de gasolina e o valor comercial do conjunto final de produtos refinados (Gasolina + Diesel +Jet Fuel + Petroquímicos + Lubrificantes + Resíduos Pesados), em média e antes de impostos, vale 3 vezes (300%) mais o valor de mercado do mesmo barril.

Portanto e cada vez que atestar o seu carro, lembre-se: a pistola que enche o tanque do seu carro está mesmo apontada contra si!



publicado por Sérgio Passos às 01:47
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2012
A corrupcia em Portugal versus a democracia da Islândia.

Vieram agora a público novos dados relatados pelo FMI, revelando a situação da nova prosperidade e recuperação súbitas na Islândia, com esta já a crescer vigorosamente e com saúde económica, após o colapso bancário em 2008.

A recusa da Islândia em pagar os buracos financeiros criminosos dos seus principais Bancos, contrastou evidentemente com o escandaloso tratamento do Estado Português com o BPN, com os seus resultados à vista e sobejamente conhecidos, de uns quantos personagens que enriqueceram subitamente, entre os quais se conta o Presidente Cavaco Silva.

Na Islândia, ao invés de Portugal, os interesses do povo islandês falaram bem mais alto e os criminosos da finança rapidamente foram levados à justiça, julgados, sancionados com a prisão, os políticos ineptos demitidos e expulsos, e tudo feito sem abrir mão dos apoios sociais, a Islândia reduziu já a taxa de desemprego para menos de 5 por cento e, para 2012, está previsto um crescimento económico na ordem dos 2,4 por cento

Tudo na Islândia foi bem diferente do caso do exemplo do poder satânico que destrói economicamente Portugal pela rapina fiscal e que socialmente lança já à fome famílias inteiras e coloca centenas de milhares de crianças na subnutrição.

Em Portugal, bem diferente da democracia da Islândia, falaram e falam bem mais alto os interesses corruptos da Banca, dos conhecidos corruptos e criminosos Isaltinos, Varas, Loureiros e outros, que ditam as políticas assassinas dos sucessivos Governos e dos seus sempre repetidos brutais aumentos de impostos, para continuarem a pagar as rendas escandalosas da EDP, os privilégios dos monopólios da GALP e da PTelecom, os tributos generosos aos rendeiros Ascendi e BES das Parcerias Público Privadas, as benesses às Fundações, aos Institutos e aos Observatórios, os salários milionários aos boys e as girls do PS, do PSD e do CDS, etc., etc.

Os resultados da corrupcia estão à vista em Portugal e não precisamos de escrever aqui a miséria em que nos estamos a atolar, com o desemprego real já quase nos 24%, a recessão em mais de 3% e as insolvências das empresas e das pessoas a sucederem-se a um ritmo vertiginoso, e isto tudo só acontece porque a democracia não funciona, melhor nem sequer aqui existe, e porque o Estado Português se encontra nas mãos de conhecidos corruptos e criminosos satânicos.

É facto: jamais haverá solução para a crónica corrupcia em Portugal enquanto as hienas continuarem a sentar-se usualmente e à vez nos Governos de Portugal, tudo comendo e levando progressivamente os portugueses à mais absoluta miséria, e isto só terá fim e só nos resta a solução de lhes partir os dentes.

Revolução popular em Portugal, e se necessário mesmo pela força, precisa-se urgentemente!

 



publicado por Sérgio Passos às 18:16
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012
Julian Assange: um combatente da liberdade.

Julian Assange, um dos mais destacados combatentes da liberdade e pacifistas do mundo, sofre agora as agruras da política militarista dos Estados Unidos da América.

O seu atrevimento em desmascarar os maiores criminosos do mundo, afinal de contas os dirigentes políticos dos EUA e do Reino Unido e as suas vergonhosas práticas dos seus crimes cometidos contra a Humanidade, coloca-o preso dentro de uma embaixada e refugiado de uma pseudo-justiça que o persegue por pretensos crimes sexuais de mulheres "mal resolvidas" e ciúmentas.

Julian Assange, o fundador do WikiLeaks, é o pesadelo de Washington desde a divulgação de milhares de documentos americanos, de mensagens militares secretas sobre as guerras do Iraque e Afeganistão e de telegramas diplomáticos confidenciais.

Protegido na Embaixada do Equador em Londres e protegido pelo mesmo Governo do Equador, por quem lhe foi concedido o asilo político vê-se agora constrangido pela proibição do Reino Unido em sair da mesma embaixada e partir.

Uma vez mais um activista dos direitos humanos e um pacifista vê-se ameaçado pela prepotência das Grandes Potências militares do mundo por ter revelado a miséria dos EUA na Guerra do Iraque e na vergonhosa actuação da política externa americana dos últimos 15 a 20 anos.

Tem de se dizer sem rebuço: Julian Assange é refém da política criminosa do Pentágono Norte-americano.

Barack Obama pode até estar a proteger os interesses americanos, mas, o que é facto, envergonha-me e entristece-me profundamente, assim como a todos os humanistas e pacifistas do mundo.

Vergonha para vós EUA!

 



publicado por Sérgio Passos às 20:12
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2012
Abusos policiais nos radares de velocidade.

Esta forma, como outras semelhantes (em matagais, nos matos, dentro de caixotes, atrás de silvedos) de colocação dissimulada ou escondida dos radares de velocidade é, à luz do Direito português, um método enganoso, dissimulado, abusivo ou capcioso, de obtenção de prova fotográfica, sendo proibido e censurável à luz dos princípios jurídicos que informam a nossa ordem jurídico-legal, e é, portanto, ilegal e anti-constitucional nos termos e segundo as disposições legais conjugadas dos artigos 120º, n.º 1 do Código Processo Penal e 32º, n.º 8 da Constituição da República.

Quem vir isto, ou tiver sido autuado por estes meios, no seu próprio interesse, ou em sua defesa, invoque a nulidade desta prova obtida contra si e denuncie ao Ministério Público e às próprias polícias, para serem chamados à responsabilidade e punidos os autores policiais destes meios ilícitos de obtenção de prova.

Ora, estes radares devem estar visíveis e à vista desarmada, e só desta maneira podem captar imagens fotográficas para os fins contra-ordenacionais e rodoviários próprios.

 



publicado por Sérgio Passos às 13:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 14 de Agosto de 2012
O plano oficial dos Governos: queimar Portugal e a sua floresta.

Continua este ano e mais uma vez, agora com o alto patrocínio do atual Governo de Passos Coelho, o triste espetáculo, entre muitos outros deste pobre país, dos incêndios em Portugal.

Só este ano já arderam aproximadamente 85 mil hectares da mata nacional e os seus prejuízos económicos decorrentes estimam-se em quase 100 milhões de euros.

A União Europeia calculou que só no ano de 2010, o custo económico direto dos incêndios, pelos danos na floresta, e o indireto, no repovoamento florestal e na economia em geral, ascendeu a 200 milhões de Euros.

E há já 20 anos que se discute a aquisição de meios aéreos próprios e com carácter permanente ao serviço do Estado de uma frota de aviões.

Cada avião canadair custa 20 milhões de euros e cada helicóptero pesado 6.5 milhões; sendo o custo estimado para a aquisição dos meios aéreos necessários para combater os fogos, reclamados há já 20 anos por especialistas e bombeiros, de 6 canadairs e 10 helicópteros, naquela mesma quantia de 200 milhões de Euros.

Entre as empresas que alugam os meios aéreos ao Estado, acusam os bombeiros, contam-se personalidades e pessoas conhecidas de ex-ministros, dizem, como o conhecido Silva Peneda, ex-ministro e grande amigo de Cavaco Silva, e muitos outras personalidades da política, curiosamente, muitas delas ligadas direta e indiretamente ao BPN.

Só nos últimos 10 anos o Estado terá gasto com o aluguer das aeronaves mais de 350 milhões de Euros -, portanto mais do que o custo total da compra dos meios aéreos e da respetiva manutenção e pessoal -, em 2012 o seu custo total será de cerca 100 milhões de euros, qualquer coisa como 5 vezes mais do que em 2005, e continuamos sem os meios aéreos.

E continuam também sem se fazer à décadas as mini-hídricas, os aceiros e as proteções contra os fogos e os bombeiros, mesmo após serem inundados de milhões de euros, continuam sem a formação adequada.

Enquanto isso, da área de floresta de Portugal, a que corresponde a 3.2 milhões de hectares, nos últimos 10 anos, já terá ardido mais de metade, ou seja 1.8 milhões de hectares e nos últimos 25 anos terá ardido uma área total de cerca de 2.5 milhões hectares, contribuindo isto para a desertificação dos meios rurais, matando o interior de Portugal, e agravando o abandono da própria floresta e da agricultura.

Mas os incêndios florestais garantem aos políticos um enorme circo mediático, mostrando no Verão a “meio mundo” pela TV, em “prime time”, a miséria e o sofrimento alheios, criam novos pobres e subsidiados no litoral e nas grandes cidades de que os Governos e os Partidos Políticos tanto necessitam para terem os seus “rebanhos” a quem dão esmolas, enganam com falsas promessas e fazem o simulacro das eleições.

Desde há 25 anos que o país continua a arder e nenhum Governo, desde Cavaco Silva, a António Guterres, a Durão Barroso, ou José Sócrates e agora com Passos Coelho, se mostrou interessado em fazer cessar este permanente desastre de custos incomensuráveis.

Antes, continuam a grassar os incêndios em Portugal e só, concluímos, porque os sucessivos Governos o desejam, planeiam e atiçam e, em última análise, o que está provado à saciedade, como estamos fartos e cansados de ver, querem ver o país e aos portugueses destruídos em cinzas.

 

(artigo do autor publicado na edição de Agosto de 2012 do mensário regional Horizonte, de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)



publicado por Sérgio Passos às 00:05
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A "cláusula democrática" ...

Justiça para Pedrógão Gra...

Crescimento económico de ...

Contribuintes portugueses...

64 homicídios

Os repetidos contratos po...

António Costa contratou a...

O crescimento pornográfic...

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds