Ideias e poesias, por mim próprio.
Sexta-feira, 30 de Março de 2012
...

Faz falta aos portugueses visionarem presencialmente as longas planícies sem obstáculos, para perderem a sua vista no infinito.
Para isto aconselharia visitarem África, especialmente o Norte de Moçambique, e poderem viver essa experiência mágica da existência e do nosso lugar humano nesta vida.
Aí teriam certamente uma outro visão mais ambiciosa, descomprometida, construtiva e, jamais mesquinha, do mundo e da vida.



publicado por Sérgio Passos às 20:59
link do post | comentar | favorito
|

A morte de Portugal!

Os portugueses terão desaparecer entre os povos e as nações, esgotaram-se e, certamente, serão absorvidos pelos demais povos.

Outros povos ao longo da História já desapareceram e foram absorvidos, ou até exterminados.

Muito possivelmente serão os africanos a colonizar-nos, os marroquinos estão mesmo ali ao lado e, provavelmente, vai acontecer o mesmo aos espanhóis.

Basta olhar para a taxa da natalidade, esta raça particular já não presta para nada, é até já um povo que nem sequer se reproduz basta tomar-se em atenção o número de óbitos superior já ao número de nascimentos.

As políticas conduzidas pelos últimos Governos da III República, depois do 25 de Abril de 1974, foi de molde a destruir cultural, social e economicamente os portugueses e Portugal e, finalmente, entregar os nossos recursos ao estrangeiro.

De entre os portugueses, com causa e intromissão de diferentes de interesses e grupos estrangeiros, desde os americanos, os russos soviéticos, aos ingleses e alemães, agora e por último os angolanos, foram promovidos os agiotas e ladrões da pior espécie a governantes e políticos do regime português, para que estes últimos levassem a cabo um conjunto de políticas destrutivas da pátria e da nação portuguesas.

O resultado é conhecido: aquele que foi um dos maiores e mais ricos impérios do mundo, com terras e recursos vastos e riquíssimos desde a África até ao Pacífico, passando pelas Índias, e que foi só um dos países do mundo com mais ouro acumulado per-capita, é hoje um dos países mais empobrecidos, improdutivos e endividados do mundo.

Em contrapartida temos hoje um povo pobre, iletrado, inculto e miserável, mas temos uma das classes políticas mais enriquecidas e corruptas do mundo, senão a pior, de entre todas, do Hemisfério Ocidental e das latitudes de Norte do planeta.

Portugal tem os dias contados e o seu destino histórico está traçado, terminado pois.

Devemos, pela nossa vergonha e pelo resto da nossa melhor sobrevivência, abandonar a nossa nacionalidade, já que nem sequer a independência e soberania nos restam, tal qual como já nem sequer podemos explorar os nossos próprios recursos naturais, que há muito foram entregues ao desbarato aos interesses estrangeiros.

E, por fim, livrarmo-nos rapidamente da classe política que só nos explora, rouba e dececiona.

A classe política e a sua conhecida governação da austeridade só servem para legitimar o seu contínuo roubo criminoso.

Perante esta realidade insofismável, mais vale a morte de Portugal e que seja rapidamente.

Portanto o fim imediato de Portugal é preferível, antes que uma morte lenta e em agonia na mais vil, abjeta e vergonhosa miséria, dos últimos portugueses.

Portugal deve morrer!



publicado por Sérgio Passos às 20:30
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 29 de Março de 2012
...

 

Cada vez mais me convenço, e só se pode mesmo lá se chegar e entender com uma resposta quase irracional, que os políticos portugueses são filhos de "Satanás".
É que não há outra explicação possível para perceber como certos indivíduos podem ser tão destrutivos e, ainda por cima, o que menos ainda se consegue perceber ou explicar, visarem por meio das suas condutas de vida a destruição de outros seres humanos.
E não digam que a minha resposta é assim tão irracional, porque nos animais, os ditos seres irracionais, não conheço minimamente na sua sobrevivência uma conduta tão perniciosa, malévola e destrutiva quanto os nossos governantes praticam sobre os demais iguais seres humanos e o meio envolvente.


publicado por Sérgio Passos às 12:34
link do post | comentar | favorito
|

...

Se conduzes a tua vida na procura de concretizares os teus sonhos fá-lo, ao menos, em grande, porque o mundo tem seguramente para te dar uma resposta mesquinha com muitas frustrações e desilusões.



publicado por Sérgio Passos às 12:09
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 26 de Março de 2012
...

Se caminhas na vida a olhar os outros para trás pelos ombros nunca avançarás em direcção a nenhum lado, ou, quanto muito, chegarás sempre atrasado ou andarás sempre a esbarrar nos teus próprios obstáculos.



publicado por Sérgio Passos às 10:42
link do post | comentar | favorito
|

Máfia portuguesa dos combustíveis.

Saiu a notícia de que o biodiesel encarece o gasóleo.

É de espantar e não.
Só mesmo em Portugal é que isto acontece!
Este país funciona ao contrário de todos os outros.
Parece mesmo que é governado, dirigido e contaminado pelo demo.
Embora a explicação mais comezinha seja a de que há uma máfia organizada e mancomunada entre o Governo, as Petrolíferas e a Autoridade da Concorrência, que orquestram e acordam os preços nos combustíveis fósseis para os encarecer propositadamente.
Não há outra explicação possível!



publicado por Sérgio Passos às 10:09
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 24 de Março de 2012
Portugal precisa desesperadamente de futuro e de heróis.

Só mesmo num país como o nosso, e ao estado a que chegou, como sabemos, empobrecido, iletrado, sujo, violento, destruído, poluído, subdesenvolvido, endividado, sem esperança e sem futuro, foi e é possível que os melhores não sejam os escolhidos para dirigirem o Governo e o Estado de Portugal.

Vemos e ouvimos o Congresso do maior Partido Político da Assembleia da República e do Governo, o PSD, e o que claramente que percebemos é, uma vez mais, uma pobreza e uma miséria confrangedoras dos seus líderes, dos seus políticos e dos seus militantes, do seu discurso e do seu pensamento políticos e das suas ideias e dos seus programas para Portugal.

Isto tudo só foi assim possível porque só os piores dos piores sujeitos e dos mais maus caracteres de entre todos os portugueses conseguiram ascender à direção dos destinos de Portugal.

Quando há 25 anos denunciei a perigosa a escalada dos energúmenos e dos criminosos que se apresentavam para controlar as instituições, o Estado e a política nacionais, ninguém quis perceber, antes e ao contrário, muitos resolveram mostrar o seu negligente alheamento criminoso e outros, não poucos, preferiram abraçar cumplicemente e com muito proveito material a pérfida ameaça que se apresentava para o futuro de Portugal.

Os quantos que foram e são hoje os autores e a causa, os seus colaboradores e comparticipantes, do desastre em que Portugal atualmente se encontra mergulhado, estão hoje na Governação ou nos altos lugares do Estado de Portugal, refastelam-se em largas e pornográficas fortunas de milhares de milhões conseguidas à custa do erário público, do sangue dos portugueses e da vida e da saúde das crianças e dos idosos, enriquecem cada vez mais, dia a dia, e levando diariamente Portugal a um profundo abismo e à miséria generalizada do seu Povo.

A democracia que nunca houve em Portugal, antes havendo e no lugar dela se implementado uma profunda, mafiosa e criminosa Partidocracia, deram causa ao substrato e fundaram o lastro dos agentes e dos meios da destruição económica, social e moral de Portugal e dos portugueses.

Os meios pacíficos, legais e judiciais, por sua vez, demonstram hoje uma profunda incapacidade e ineficiência, para resolverem, controlarem e sancionarem devidamente os criminosos, os delinquentes e as suas condutas ilícitas, deixando e ao invés livremente e à solta aqueles muitos e graves criminosos que levaram Portugal ao atual estado geral de abominação, desolação e destruição das suas pessoas, do seu povo, da sua esperança e do seu futuro.

É com mágoa e com dor que os portugueses assistem ao seu presente e à atual situação.

O presente é de derrota e de desânimo dos muitos homens e das muitas mulheres e das crianças de Portugal.

Contudo, e não são necessárias muitas palavras, o presente, o povo português e Portugal têm, devem, por imperativo categórico e obrigação natural da sua condição espiritual e civilizacional, de mudarem radical e profundamente.

Os destinos de Portugal devem mudar em ordem a que o futuro volte a apresentar novas soluções e novos caminhos de alegria, de fartura e felicidade para Portugal e para os portugueses.

Essas novas soluções e esse novos caminhos de Portugal têm de passar pela resistência ativa e pela obrigação de um luta denodada e empenhada dos melhores dos Portugueses.

É então, por direito e por obrigação patrióticas, chegada a altura crucial dos bons e dos melhores Portugueses se erguerem e lutarem, esforçada e por todos os meios ao seu alcance e, se necessário for e para além da sua própria e legítima razão, até mesmo lutando com a força dos seus braços e dos seus punhos, para procurarem impor novos, renovados, solidários, patrióticos e criativos caminhos e soluções para Portugal.

Vamos a isto, Portugal e Portugueses corajosos e dignos,  a nossa História, o nosso Distinto e centenário passado coletivos devem e obrigam a que, em nome da Honra da nossa nove vezes centenária história, dos nossos valorosos igrejos e heróis antepassados, chamam pelos seus melhores filhas e filhas, para que se empenhem na causa nobre da derradeira salvação da nossa Pátria.

Viva Portugal!



publicado por Sérgio Passos às 01:34
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
Portugal é um Estado-de-Crime, Governado, Legislado e Presidido em proveito de criminosos.

Porque é que também não é crime, punível com pena de prisão efectiva, os políticos mentirem, ou falsearem as contas públicas, ou negligenciarem o erário público, ou destruírem o dolosa ou negligentemente o património público, ou causarem danos ou prejuízos ao Estado e aos portugueses?

Porque é que os políticos e o legislador só fazem leis contra o Povo, contra as liberdades dos cidadãos, contra o património e a propriedade privada e particular?
Porque é que os políticos são imunes e estão protegidos de todos os ilícitos que cometam no âmbito e no exercíciodas suas funções políticas e governativas?
Porque é que os conhecidos corruptos políticos e governantes não se encontram presos?

Porque é que o Povo, os cidadãos, as empresas privadas e os contribuintes particulares, estão cada vez mais vigiados, mais exaustos de impostos e explorados pelo rédito e pelo roubo do Estado?

Porque é que os políticos cada vez mais têm privilégios, mordomias, luxos e cada vez estão mais ricos e nababos e o Povo é cada vez mais pisado e explorado?
Porque é que os portugueses estão cada vez mais pobres e os políticos vivem ricos e impunemente com o produto dos seus roubos e crimes?

Porquê...? Porquê...? Porquê...?

Afinal, isto não é uma ditadura, e a Assembleia da República, os Partidos Políticos, a Presidência da República e o Governo não são apenas criminosos ditadores e exploradores?

Afinal vivemos sob uma Ditadura de Políticos e Governantes Criminosos!

Afinal, onde é que Portugal está a Democracia?
Onde é que está o Estado-de-Direito???



publicado por Sérgio Passos às 18:22
link do post | comentar | favorito
|

BPN: não se pode prender o Governo português por roubo do erário público?

O escândalo do BPN continua e não pára de nos espantar: até onde pode ir a falta de escrúpulos deste Governo, em particular, os vergonhosos comportamentos do Estado e dos interesses dos Partidos Políticos metidos nisto.

A novidade, sabe-se agora, é que o Orçamento de Estado vai financiar com uma linha de 300 milhões de Euros os futuros acionistas daquele Banco, vendido por preço de favor pela gorjeta de 30 milhões.

Ora, o Governo português nada mais está a fazer do que, uma vez mais, oferecer o dinheiro do erário público e dos contribuintes aos interesses estrangeiros a um preço meramente simbólico: veja-se que a inflação está quase a este valor de 3% ao ano!
Já o empréstimo que os portugueses pagam ao FMI e à Troica europeia custam 36% ao ano!!!

Quem é que não aceitaria uma linha de financiamento a uma taxa de juro de 3%???

Tomaram-no os muitos empresários portugueses e que, em contrapartida, veem negados os seus pedidos de financiamento à banca, para criarem riqueza e postos de trabalho nas suas empresas produtivas, e nem com 10% e mais de juros conseguem obter qualquer financiamento.

As próprias linhas de financiamento estatais para a exportação portuguesa estão fechadas!

Mas este Governo corrupto aceitar emprestar dinheiro a interesses estrangeiros, a banqueiros e especuladores, e fazendo-o sem quaisquer garantias adicionais sequer de que o dinheiro alguma vez venha a voltar aos portugueses, o que constitui mais um ato grave de prejuízo claro dos contribuintes!

Tenham vergonhas seus corruptos!!!

Acordem portugueses, que vos andam a roubar na saúde e na comida para alimentarem interesses estrangeiros e os conhecidos corruptos do BPN!!!



publicado por Sérgio Passos às 18:16
link do post | comentar | favorito
|

Passos Coelho: um refinado mentiroso!

Em 2008, Passos Coelho, então candidato à Presidência do PSD, exigiu a descida dos preços dos combustíveis, dizendo para tanto que Sócrates o fizesse para evitar o colapso da economia portuguesa.
Quatro anos depois, Passos Coelho já 1.º Ministro, confrontado com o problema da carestia superior dos mesmos combustíveis, responde que o Governo nada pode fazer para baixar os respetivos preços.
Ora, mas é falso que o Governo nada pode fazer, pode sim, basta pensar no mero efeito multiplicador do IVA: quanto mais sobe e é maior o preço base dos combustíveis, maior é o valor bruto da receita de IVA obtida pelo Estado e que incide sobre o primeiro ou sobre o custo base.
Ora, não só o Estado pode, como deve intervir, pela via fiscal, portanto pode fazer baixar o preço dos combustíveis, como, nada fazendo, como este irresponsável 1º Ministro ameaça, o Estado perversamente contribui por esta via fiscal e marginalmente pela ação do IVA para o aumento final do preço.
E note-se, escandalosamente, que sobre o imposto especial sobre os produtos petrolíferos incide também o IVA.
Ou seja, Estado contribui decisiva e fundamentalmente para o agravamento dos preços ao consumidor e nada faz para o evitar, antes pelo contrário.
A própria União Europeia vem dizer que antes e depois de impostos os combustíveis em Portugal são dos mais caros da Europa e estão acima da média europeia.
Nós sabemos, consultados os preços mundiais, que são também dos preços mais elevados do mundo.
Mas, Passos Coelho, como aliás já é conhecido e sabemos da sua conduta e da sua falta de ética, mostra uma vez mais os seus dotes da malabarista e demonstrando que é um grande mentiroso!!!
Hipócrita.



publicado por Sérgio Passos às 13:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A "cláusula democrática" ...

Justiça para Pedrógão Gra...

Crescimento económico de ...

Contribuintes portugueses...

64 homicídios

Os repetidos contratos po...

António Costa contratou a...

O crescimento pornográfic...

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds