Ideias e poesias, por mim próprio.
Domingo, 29 de Janeiro de 2012
Morreu o Presidente, viva a Democracia.

Em Portugal, há já muito tempo, é um lugar comum dizer-se que não existe nenhuma democracia, funcionando sim de facto um regime de ditadura do Bloco Central.
O caso e o escândalo causados pelas palavras desastradas e insensíveis do Presidente da República Cavaco Silva acerca da sua pensão, da semana passada, perante o actual grave sofrimento do Povo português, mergulhado em gravíssimas dificuldades, só vieram revelar de maneira aguda a total e absoluta insensibilidade do poder politico perante o estado em que os portugueses se encontram mergulhados.
Apesar mesmo de ter havido publicamente e em geral a aceitação de que as declarações de Cavaco eram despudoradas, soando essas a impropérios para com os portugueses, estes, na esmagadora maioria, qual povo acobardado e servil, preferiu calar-se e, antes e mal, dedicar-se a atacar os corajosos que resolveram colocar o seu nome nas duas Petições que apelavam e apelam à demissão do Presidente.
Foi apenas mais um episódio da característica e mesquinha inveja à portuguesa: como  e quando não se tem a coragem de o fazer, neste caso assinar as petições, diz-se mal e injuriam-se os corajosos e livres portugueses que, com a sua dignidade e o seu orgulho cívico, disseram que não aceitavam a ofensa de quem já é rico e nababo, beneficiado anos a fio pelo regime e pelo sistema e, ainda por cima e sem vergonha, pede mais imerecidos benefícios e mais desproporcionadas benesses à custa do depauperado erário público.
Mas o comum e a maioria dos portugueses, os que não assinaram a petição, preferem antes continuar a viver silenciosa e tensamente, no seu dia a dia, o rancor contra si mesmo, preferindo-o demonstrar invejosamente com a violência diária social contra as suas famílias e as suas vidas, numa raiva incontida e anti-cívica, muitas vezes mesmo anti-social, perante esta situação geral de degradação, miséria, ruínas económica e anímica colectivas a que o país chegou.
E o poder político instituído e vigente, destilando mais uma vez o seu veneno, através da acção dos seus peões e serventuários, cães de fila da escrita e da comunicação, veio para a imprensa escrita, para a Internet, para as televisões e as rádios, escarnecer das Petições contra Cavaco e, ainda mais despudorada e maldosamente, atacar o povo e difamar todo o colectivo português, nas pessoas dos peticionários, não sem esquecer  insultar a consideração do mesmo povo, recorrendo aos mais diversos insultos e ao achincalhamento da cidadania e, em última mas derradeira análise, com o menosprezo da própria democracia.
O facto dos ataques e do desrespeito pelos peticionários e pelas suas justas indignação e repulsa perante as despudoradas declarações do egoísta e insensível Presidente Cavaco Silva perante o seu povo que sofre tão dolorosamente a crise, de que ele próprio o Presidente é e foi enquanto ex-Chefe de Governo nos idos anos 80 e 90 um dos principais autores e responsáveis, só vieram demonstrar e manifestar de fundo a enraizada cultura anti-democrática do sistema e do regime vigentes e, afinal, da actual República portuguesa.
Caso o sucedido fosse numa qualquer democracia de um dos países da Europa do Norte, não demoraria mais de uma semana sem que o visado, fosse ele Presidente ou Primeiro-Ministro, ou qualquer outro eleito, logo de imediato se demitisse e de acto contínuo saísse pelo seu próprio pé do lugar eleito e com um público, sincero e obrigatório pedido de desculpas públicas.
Mas isso só sucederia, e sucede, como o conhecemos em muitos casos recentes e passados em países como a Alemanha, Suécia, Dinamarca, Finlândia ou Noruega, que são países de profundas e convictas consciências e práticas democráticas, profundamente enraizadas, e que são países que vivem em plenos, pujantes e felizes patamares e níveis de desenvolvimento humano, económico, social e civilizacional.
Ora, mas como já sabemos, no caso dos portugueses e de Portugal, o comportamento indecoroso, vergonhoso, sem respeito nem cultura democrática do poder eleito político pelo seu povo, mais não é do que o outro lado ou a outra faceta consequente de um país empobrecido, deprimido, sem crédito, sem rumo, servil e miserável.
Afinal, só se conclui uma vez mais que o regime bafiento e podre em que assenta a III República Portuguesa mais não é do que um projecto de ruína e destruição nacional iniciada em 25 de Abril de 1974, com a morte certa anunciada para a independência nacional e, muito provavelmente, para a liberdade do seu próprio Povo e das suas gentes.
Talvez a maioria do Povo Português, os tantos milhões que não se dignaram a manifestar a sua indignação perante as palavras tristes de Cavaco Silva, queiram desta maneira deprimida e torturada demonstrar que preferem ser escravos e infelizes e, de tal sorte, não tão inconscientemente, afinal de contas, sejam o que sentem e o que merecem.
Mas, enquanto houver peticionários, resistentes desta fibra e desta coragem, haverá ainda uma oportunidade e uma boa possibilidade que Portugal tenha a massa cinzenta, as gentes e as forças para resistir e continuar a manter o sonho de um Portugal digno, independente e livre.
Até quando?



publicado por Sérgio Passos às 01:42
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 28 de Janeiro de 2012
...

A Comissão Europeia processou o Estado Português por, alegadamente, maltratar as galinhas,…

Ora, ora… a Justiça portuguesa, por sua vez, é incapaz sequer de julgar e prender os conhecidos Altos e Notáveis "pilha galinhas" que se abotoaram com tantos e tantos milhões e vivem por aí impunemente e ainda se gabam ufanamente com isso!

Será caso para dizer que cada povo e cada país têm o respeito que merecem?


tags:

publicado por Sérgio Passos às 18:15
link do post | comentar | favorito
|

...

Aos altivos, aos arrogantes e aos prepotentes, por maior que seja o seu poder e a sua dominação e até mesmo que venham por agora a possuir só para eles a terra e os seus recursos, eu lhes digo e afianço, nunca me há-de faltar, nem me conseguirão jamais tirar, a minha fé no Deus justo e a minha esperança de num futuro próximo o mundo seja informado e agido de uma repartição mais fraterna e mais igual de todos os bens entre todos os seres humanos.


tags:

publicado por Sérgio Passos às 18:15
link do post | comentar | favorito
|

...

Os partidos são necessários e respeitáveis, mas para tanto necessitam é de pessoas respeitáveis.



publicado por Sérgio Passos às 18:14
link do post | comentar | favorito
|

...

Em democracia não há ideias erradas até o serem comprovadamente, podemos sim e temos o direito inviolável de discordar delas e até acharmos, em contrapartida, as nossas certas.
A nossa verdadeira capacidade democrático faz-se no respeito pelos outros, pelas suas diferenças e pelas suas ideias, antes mesmo de julgarmos possuir qualquer certeza sobre o quer que seja.



publicado por Sérgio Passos às 18:14
link do post | comentar | favorito
|

...

Vejo alguns cínicos e hipócritas neste país defendendo que a melhor forma de melhorar a democracia seria mandar calar o povo.

Ora, temos de responder a esses falsos democratas e tiranetes que se dantes não tínhamos por hábito falar de boca cheia, agora de estômago vazio não nos faltam motivos para falar.



publicado por Sérgio Passos às 16:07
link do post | comentar | favorito
|

...

Num país como Portugal em que está praticamente toda a gente está falida, avaliar e julgar os outros pelas suas aparências ou pelo que parecem ter é certamente um logro.
Mesmo assim e apesar do engano certo e as pessoas continuando a faze-lo, só poderemos concluir que ou são loucas, ou então, pasme-se, devem pensar que é possível enganarem-se a si próprias.



publicado por Sérgio Passos às 16:06
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012
Cavaco Silva, as polémicas da sua remuneração continuam!

Cavaco Silva recebe(u) ilegalmente o suplemento para as suas despesas de representação?
Diário de Notícias levanta dúvidas e questões!
Muitas e sérias dúvidas, o que é facto é que os salários dos políticos, as reformas e as pensões são uma constante "escandaleira"
O "raio que os partam": definitivamente a profissão de político, nos dias de hoje em Portugal, está pior e está mais mal vista do que a "carreira do crime"!!!

 



publicado por Sérgio Passos às 20:09
link do post | comentar | favorito
|

...

A crise que vivemos é maravilhosa: Portugal vive, em 9 séculos de História, pela acção exclusiva do seu povo, a sua primeira genuína e verdadeira revolução democrática.



publicado por Sérgio Passos às 01:30
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012
...

A sociedade deve começar por ensinar a partir da 1.ª classe da escola o que é a democracia.



publicado por Sérgio Passos às 12:12
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22

25
26
28
29
30


posts recentes

O crescimento pornográfic...

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

Anarquia

Os incendiários da flores...

Os otários somos nós???

O Estado Terrorista Portu...

Avé César!

Do Estado vem (sempre) o ...

Tribunais Só Para Ricos

arquivos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds