Ideias e poesias, por mim próprio.
Segunda-feira, 12 de Agosto de 2013
A salvação nacional da partidocracia portuguesa.

O filósofo Voltaire já dizia no século XVIII que o “melhor governo é aquele em que há o menor número de homens inúteis”.

Em Portugal e a partir de 1974, desde uma modesta junta de freguesia até ao Governo Central, passando pelos mais diversos serviços e empresas do Estado Central, Local ou Regionais, abundam os homens e as mulheres inúteis.

É o chamado fenómeno dos boys e girls, afilhados e cunhas, ou seja pessoal inútil, que enxameia o Estado.

Numa simples Câmara Municipal verificamos, tal qual como os demais serviços do Estado, que há inúmera gente paga milionariamente para desempenharem certos serviços e que são substituídos pelos privados para serem feitos com competência.

1 em cada 3 dos funcionários públicos existe exclusivamente para processar as regalias e as burocracias deles todos e o absentismo total acumulado num ano inteiro na mesma função pública equivale a ¼ da sua força total.

Portanto, estão a mais e inutilmente, pelo menos, 1/3 dos atuais 700 mil funcionários públicos.

Este pseudo-emprego público é apenas um pesado e oneroso fardo improdutivo para a economia nacional e só serve para aumentar a dívida e os défices públicos.

O peso dos vencimentos, regalias e despesas com pessoal político e o demais funcionalismo público orçará cerca de 25% das despesas totais do Estado e andará na ordem dos 12 mil milhões de euros anuais.

Ora, excetuando as funções de segurança pública e de soberania, é imperativo o fecho de tudo o que seja do Estado e que dê prejuízo, incluindo a saúde, a educação e os transportes públicos, e privatizar tudo o que seja feito lucrativamente em sua substituição.

Mas estes problemas não são resolvidos porque os partidos políticos PSD, CDS e PS andam é a tratar exclusivamente da sua salvação, a dos seus boys e girls e das suas parasitárias clientelas políticas e empresariais.

Já a restante esquerda, BE e PCP, nada mais dizem e esperam do que a destruição do que resta de Portugal para, no fim, argumentarem que tinham a sua necrófila razão!

 

(artigo do autor publicado na edição de 1 de Agosto de 2013 do mensário regional Horizonte, de Avelar, Ansião, Leiria - http://www.jhorizonte.com)



publicado por Sérgio Passos às 10:10
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A "cláusula democrática" ...

Justiça para Pedrógão Gra...

Crescimento económico de ...

Contribuintes portugueses...

64 homicídios

Os repetidos contratos po...

António Costa contratou a...

O crescimento pornográfic...

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds