Ideias e poesias, por mim próprio.
Domingo, 17 de Junho de 2012
O ouro dos tolos é português.

A ilusão da novidade do ouro no Alentejo é bem um exemplo e um caso em que se pode exemplificar, tragicamente uma vez mais, que com papas e bolos se entretêm os tolos.

Tolos, neste e em milhentos de outros casos, são os portugueses que, continuamente e desde há 38 anos, são enganados e vilipendiados pelos seus políticos.

 

Refira-se que desde o 25 de Abril de 1974, este regime político pseudo-democrático e corrupto gastou, em nada que se visse, mais de 483 toneladas de ouro, e só Vítor Constâncio, o penúltimo Governador do Banco de Portugal (BdP), vendeu em 10 anos, de 2001 a 2009, ao desbarato, mais de 224 toneladas.

Veja-se: em 2009 a onça (31.1 gramas) de ouro custava 280 dólares, e neste ano de 2012 atingiu já o custo médio de 1.800 dólares.

Ou seja, o ouro vale hoje 6,5 vezes mais do que em 2009.

Ora seja, e para que se perceba a irresponsabilidade desse nefando ex-Presidente do BdP, actual vice-Presidente do Banco Central Europeu, caso aquelas 224,2 toneladas de ouro tivessem sido mantidas nos cofres de Portugal o seu valor representaria hoje, na atual cotação de 1.800 dólares a onça de ouro, em números redondos e fazendo as contas, um acréscimo de reservas nacionais portuguesas no montante de mais de 10.000.000,00 (Dez mil milhões de Euros).

E, após o 25 de Abril de 1974, as 483 toneladas de ouro alienadas representariam hoje um valor de aproximadamente 21.656.448.000 € (quase 22 mil milhões de Euros!)!

Por último, no início de 2011 existiam à guarda do BdP apenas 382,5 toneladas!

 

Nesta nova exploração alentejana encontra-se estimada uma mera quantidade do mineral aurífero de 11 toneladas.

Face a uma quantidade tão exígua de ouro, não será o caso para perguntar, não se omitindo a alta poluição e o enorme impacto ambiental da extração do ouro a céu aberto, se se justifica destruir tanto e gravemente o ambiente natural por tão pouco ouro?

Mas, o pior ainda pode ser o que resulta do facto de nos tempos atuais que correm e perante um Estado Português corrupto e que age somente com rapina sobre os bens comuns dos portugueses, que esse ouro só irá, uma vez mais, encher os bolsos dos partidos políticos e dos seus acólitos, não chegando nenhuma dessa riqueza aos portugueses desfavorecidos e aos trabalhadores.

Ora, enquanto este Estado criminoso não for mudado a rapina continuará a agravar-se e os portugueses a afundarem-se na pobreza e na miséria, e nenhum ouro aliviará o sofrimento da classe média já asfixiada com tantos impostos.

 

Portanto, enquanto os portugueses se distraem com os futebóis, os políticos continuam com a sua senda de alienação e destruição de Portugal!

Ou, perante a constatação destes factos e dados, não seriam o caso e a razão para que as Forças Armadas de Portugal saíssem dos quartéis e fossem prender, para os levar a julgamento, estes criminosos que unicamente têm agido na senda de destruição Portugal, desde 1974 e até aos dias de hoje?



publicado por Sérgio Passos às 18:23
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A "cláusula democrática" ...

Justiça para Pedrógão Gra...

Crescimento económico de ...

Contribuintes portugueses...

64 homicídios

Os repetidos contratos po...

António Costa contratou a...

O crescimento pornográfic...

A fácil e a difícil soluç...

Jornalismo ou Propaganda

arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

tags

todas as tags

links
Contador
blogs SAPO
subscrever feeds